22 de dez de 2015

Informações sobre o novo sistema de votação do Prêmio Angelo Agostini

Votação para o Prêmio Angelo Agostini esta aberta.
A votação para o 32º Prêmio Angelo Agostini esta aberta desde o dia 15 de Dezembro e ficará até o dia 15 de Janeiro a meia noite. O resultado será divulgado no dia 20 de janeiro
A votação este ano esta experimentando um sistema novo com mais controle e definição que o antigo sistema. Por falta de recursos financeiros da Associação, estamos aproveitando um recurso do Google Drive e como todo sistema pronto ele tem seus limites, mas de qualquer forma já estamos dando um passo além nas nossas mudanças e melhorias em relação a AQC e ao Prêmio Angelo Agostini. Esperamos no ano seguinte evoluir e chegar cada vez mais próximo ao nosso ideal.
Nesse sentido vimos aqui alertar para alguns detalhes sobre nosso sistema de votação deste ano sejam velhas e novas regras:
  1. O sistema é aberto e democrático a qualquer pessoa que se interesse pela votação.
  2. Todas os autores e publicações lançadas em 2015 estão concorrendo automaticamente. Sendo uma votação democrática, não há uma indicação prévia, exigindo do votante uma maior informação dos lançamentos e autores de 2015.
  3. Vote apensa nos itens que tiver conhecimento, não havendo necessidade de votar em todas as categorias do Prêmio.
  4. Apenas para os mestres fizemos uma pré indicação como lembrança, no jornal da AQC nº1 e um link colocado no formulário de votação, mas o votante pode escolher qualquer outro merecedor deste prêmio, ressaltando apenas que os votados para mestre devem ter no mínimo 25 anos de carreira na área.
  5. O sistema detecta o email do votante que só poderá votar uma vez, mas no entanto a votação pode ser editada até o último dia de votação.
  6. Os votantes devem ter uma conta no Google (gmail) para conseguir ter acesso ao formulário de votação.
  7. Acesse o ícone vermelho da votação situado a sua direita e ao alto no vídeo e Boa votação !


14 de dez de 2015

AQC EM DEBATE NOS 23 ANOS DA GIBITECA SANTISTA

A Gibiteca de Santos está de parabéns, não só pelos 23 anos, mas pelos 23 anos de militância em prol dos Quadrinhos, em especial do Quadrinho feito no Brasil. Bira Dantas, Marcos Venceslau, Alexandre Silva e Gazy Andraus (Worney Almeida não pôde comparecer) comprovaram no sábado em casa cheia -mesmo debaixo de um temporal que durou horas- o interesse por Quadrinhos do povo de Santos. Assistiram animações como Onigomanjhas de Mauro de Abreu (premiado no Anima Mundi), falaram da AQC, ouviram os Quadrinhistas da Baixada, compartilharam publicações (como o Jornal da AQC editado por Alexandre Silva, o livro 100 vezes AQC, a revista "Só Mulherada", Piratas, BiraZine e o Dvd "Desvendando Angelo Agostini") e festejaram o aniversário dessa Gibiteca pra lá de especial. E ainda teve mesa livre de desenhos de mangá com o Estúdio Mangarts, painel ‘O jornalista Marcel Paes’, com o Prof. Dr. Flavio Calazans (que foi membro dos primórdios da AQC, criador do Manual do Direito Autoral) que falou da trajetória de quem dá o nome da Gibiteca, encontro Cosplay, Maratona Sketchcrawl organizado pelo ilustrador e desenhista de humor Osvaldo Dacosta e caricatura ao vivo com o Caricartoon, organizado por Caca Marszolek Bueno. E durante todo o dia tivemos mesa com exibição de action figures e estátuas, além de música ao vivo, com um repertório que foi do jazz a bossa nova, o duo Walmir Buono e Aracelli Go animou a tarde.
Os membros da AQC encontraram amigos de traço como Avalone, Dodô Vieira, Clayton Inloco, Alex Ponciano, Fabio Coala, Paulo Lisboa, Victor Freundt, Bruno Bispo, Paulo Siqueira, Mateus Carvalho, Augusto Garbieri, André Rittes, Fábio Tatsubô, todo o staff da Gibiteca que fechou a festa com chave de ouro: deliciosos salgadinhos e um bolo de 23 anos.
E a festa ainda continuou no domingo.
Equipe da Gibiteca de Santos entregou o relatório da Gibiteca de Santos para Fabio Tatsubô, Secretário de Cultura de Santos: 188 atividades realizadas em 2015! A AQC só pode parabenizar a Gibiteca pela promoção do Quadrinho Nacional na Baixada Santista e torcer por mais 23 anos de existência, e mais 23, e mais 23...
Mais fotos no álbum da Gibiteca no FB: http://www.facebook.com/media/set/?set=a.925787104202270.1073741833.916981655082815&type=3

ACADEMIA BRASILEIRA DE HQ DE PORTAS ABERTAS NO RIO DE JANEIRO

A AQC-SP parabeniza Agata Desmond e todos os envolvidos na inauguração da sede da Academia no Rio. Sabemos que é um trabalho hercúleo e que necessita muito fôlego e paciência. As críticas são naturais e devemos nos ater ao compromisso maior: lutar pelo Quadrinho nacional e pela estruturação de um mercado de vulto que prestigie os quadrinhistas. No dia 01 de outubro de 2015, a ABRAHQ começou definitivamente seus trabalhos, com sede na Rua do Bispo, 83, Rio Comprido, na cidade do Rio de Janeiro, em local reservado dentro da Universidade Estácio de Sá.
O evento de inauguração que ocorreu o dia todo, das 10 da manhã em diante foi sacramentado com um coquetel às 19 horas, reunindo leitores e amantes de HQs na Gibiteca Edmundo Rodrigues, além da presença de vários veteranos e jovens artistas como; Paulo Alves (criador da Turma do Guaraná), Walmir Amaral (desenhista do Fantasma), Gabriel Rocha (criador do Lagarto Negro), Elenildo Lopes (criador do Protocolo: A Ordem), Johnny Fonseca (desenhista do Blenq) e Rod Gonzalez (criador do Blenq). Todos recepcionados pela simpática presidente da organização; Agata Desmond.
A ABRAHQ já começa suas atividades convidando artistas de todo o Brasil para uma Exposição Rotativa, onde os trabalhos deverão ser entregues no endereço acima, em folha A4, colorido ou em PB, contendo as seguintes informações; pseudônimo, cidade e idade do autor.
Para mais informações consulte a Fan Page da ABRAHQ no link:
http://www.facebook.com/Academia-Brasileira-de-Historia-em-Quadrinhos-1589270674641607 Nas fotos estão o Batman e alguns dos fantoches da Academia Brasileira de Histórias em Quadrinhos usados nas visitas escolares. Gostou da idéia?? Então, é só marcar a visita da sua escola. Você pode também participar da Exposição Rotativa, enviando a sua arte tamanho A4. Contatos por email:
academiabrasileiradehq@gmail.com
ABRAHQ NA UOL: http://noticias.uol.com.br/opiniao/coluna/2015/11/01/com-a-tecnologia-comprar-gibi-na-banca-virou-coisa-de-colecionador.htm

11 de dez de 2015

AQC EM DEBATE NA GIBITECA DE SANTOS

A Gibiteca Municipal Marcel Rodrigues Paes – Posto 5 comemora nos dias 11, 12 e 13, seu aniversário de 23 anos de funcionamento. A programação conta com exposições, lançamentos, sessão de autógrafos, bate papo com os autores, música, sketchcrawl, encontro cosplay e outras atividades voltadas para os quadrinhos e manifestações da cultura nerd/geek. https://www.facebook.com/gibitecadesantos/
– 17h. Debate com integrantes da AQC – Associação dos Quadrinistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo – vai falar sobre as atividades da entidade e também sobre o prêmio Ângelo Agostini. Participam Worney de Souza, Marcos Venceslau, Bira Dantas, Alexandre Silva e Gazy Andraus.
Mais informações no Blog
http://quadro-a-quadro.blog.br/28073-2/

FALECEU PAULO HAMASAKI, MESTRE DO QUADRINHO NACIONAL

Ele recebeu o troféu Angelo Agostini de Mestre do Quadrinho Nacional em 1996. Faleceu dia 10/12/15. A triste notícia foi enviada por Worney Almeida de Souza. A AQC envia os pêsames a família e lamenta a perda deste grande mestre dos Quadrinhos brasileiros.
GUIA DOS QUADRINHOS http://www.guiadosquadrinhos.com/artista/paulo-hamasaki/5116
Desenhista e editor de HQs de terror e ficção-científica nas décadas de 60 e 70. Foi o primeiro diretor de arte do Estúdio Mauricio de Sousa. Hamasaki nasceu em em Araçatuba, estado de São Paulo. Começou sua carreira como estagiário da Cooperativa Editora e Trabalho de Porto Alegre (CEPTA), no início da década de 60. Em 1967, após assistir o filme “Os desajustados”. de John Huston, comentou a trama com Mauricio de Sousa. Este gostou da idéia e, uma semana depois, distribuiu uma nova tira, “Os Dez Ajustados”, publicada no “Diário Popular”. Apesar do nome, “Os Dez Ajustados” contava com bom humor as aventuras de uma família bastante funcional que vivia às voltas com problemas cotidianos. Em 1971 Hamasaki colaborou com os quadrinhos publicados na “Contigo”, revista voltada ao público feminino, onde publicou as aventuras de “Cris, a Repórter”. Ingressou na M&C, no início dos anos 70. Em 1972 tentou um personagem cômico-infantil, “O Coelho Fifi”. Nos anos 80, passou pela Grafipar de Curitiba e pouco depois tornou-se editor independente, relançando alguns de seus personagens, como “Ágata” e “Torn”.
ENTREVISTA COM HAMASAKI
Abaixo, entrevista do mestre feita por Tony Fernandes.
http://tonyfernandespegasus.blogspot.com.br/2011/09/entrevista-com-paulo-hamasaki-o-homem.html