29 de out de 2014

Álbum DQB - Heróis Brasileiros: A ORDEM

É chegada a hora para o lançamento do maior encontro de Super-Heróis Brasileiros! Em uma iniciativa inédita no mercado editorial Brasileiro, artistas e criadores de quadrinhos se unem para lançar uma história épica, nos moldes das grandes sagas dos quadrinhos americanos como “Crise nas Infinitas Terras” da Editora DC e “Guerras Secretas” da Editora Marvel!

Uma ameaça de grandes proporções unirá diferentes personagens do mercado nacional de quadrinhos são mais de 20 Super-Heróis Brasileiros em uma aventura que mudará os rumos do mundo editorial nacional!


Após uma longa trajetória na história dos quadrinhos brasileiros, o gênero ainda sofre com a falta de interesse e investimento neste setor, principalmente quando se trata de quadrinhos de super-heróis. O Selo Editorial MeuHerói e nossos autores resistem e lutam porque acreditam na força dos quadrinhos nacionais. Contribua, Compartilhe, Acredite, faça a sua parte! Onde está seu Herói? Você pode ser um herói, junte-se a nós! Financie, ajude-nos a tornar este projeto realidade!


Promover e divulgar os personagens e histórias em quadrinhos brasileiros em um âmbito mais amplo tornando-os conhecidos e acessíveis a todos, ao mesmo tempo em que mostramos o valor de nossos artistas. Agora é a nossa vez: prepare-se para a reunião dos heróis e super-heróis brasileiros em uma épica aventura!
Em quê cobriremos a grana arrecadada? Os custos totais do projeto foram divididos entre o selo editorial, impressões, Logísticas/Correios, direitos autorais e a equipe técnica.


O álbum DQB – Heróis Brasileiros contém 100 páginas e possui 20 personagens de 20 autores diferentes onde todos serão apresentados através de pequenas histórias interligadas ao enredo principal resultando na reunião final de todos. Formato americano (16 × 25cm) Miolo em cores e de 170g, capa Cartonada com brilho IMPORTADO.

SINOPSE:

Há bilhões de eras existe a esfera dos DEUSES GÊMEOS. Ela possui duas faces, uma é a face da MALDADE e a outra da DESTRUIÇÃO. Ela foi batizada de esfera do apocalipse, pois é o que causará quando as duas faces despertarem. Tempos atrás, a alta destruição no cosmos fez com que DARKFACE, a face do mal, despertasse gerando uma supernova. 

Isto chamou a atenção de várias entidades do cosmos, que em contato com DARKFACE se tornaram suas marionetes. Uma destas entidades atingidas foi Unwath, inimigo do herói cósmico brasileiro Catalogador há eras.
DARKFACE enviou Unwath à Terra. 

Ele chegou ao nosso planeta no século XX causando a guerra das guerras e depois de vários fracassos em tentar destruí-lo gerou-se uma segunda guerra, a guerra total. Diante do caos, os super-heróis de inúmeros países com a ajuda do herói brasileiro Catalogador uniram todas as forças para destruir a entidade do mal, culminando numa explosão atômica. Por ser um ente cósmico imortal, Unwath foi divido em sete partes e enviados para vários cantos do cosmos. Uma parte, porém acaba contaminando um importante e poderoso líder mundial. 

Por conta de inúmeras perseguições, hoje os heróis brasileiros se encontram em estado deplorável, desacreditados neles mesmos. O herói Capitão R.E.D se antecipando ao mal crescente resolve criar A ORDEM unindo os maiores heróis brasileiros Anjo Urbano, Bruce – O Exterminador, Crânio, Conversor, Dragão Negro, Inferno, Jou Ventania, Lagarto Negro, Loonar, Máximus, Oigo, Papo Amarelo, Penitente, RBoy, Resistente, Velta, Vulto, Veredicto entre outros para lutarem juntos, mas para isso eles precisam provar seus poderes e convicções. 

Finalmente os heróis brasileiros provaram que são acima de tudo unidos e lutaram numa guerra sem precedentes contra um poderoso inimigo. Mas esta terceira guerra contra Unwath poderá despertar um mal como jamais foi visto.

Gian Danton de Família Titã, O roteiro nas histórias em quadrinhos, Watchmen e a Teoria do Caos, Astronauta (álbum MSP+50) entre outros.

As artes serão produzidas pelos grandes Joe Bennet (DC Comics, Marvel), José Luís(DC Comics, Marvel), Gil Santos(Marvel, IDW Comics), Ivan Rodrigues(“The Shadow”, “The Spider” e “Vampirella” – Dynamite, Marvel), Diogo Freu(“Zenescope”),e Rom Freire(“FAUSTO de Goethe”, “12 Comics”, “White Eye Studios” e Argo Comics) e a colorização será feita pelo experiente Gil Santos(MeuHerói – Capitão R.E.D)!

Tudo isso com o aval e colaboração de mais de 20 artistas e criadores de Quadrinhos Nacionais!

O editor e idealizador do projeto é Elenildo C. Lopes, responsável pelo selo editorial MeuHerói® e autor da revista Capitão R.E.D®, lançada de forma independente em 2012. Abaixo, uma lista dos personagens que participam do projeto e seus respectivos autores.

Anjo Urbano (Rodrigo Dos Santos), Bruce, O Exterminador (Denilson Reis), Capitão R.E.D (Elenildo Lopes), Catalogador (Lancelott Martins), Conversor (Sandro Marcelo Farias), Inferno (Augusto Brito), Jou Ventania (Lincoln Nery), Lagarto Negro (Gabriel Rocha), Loonar (Rom Freire), Oigo (Diego Jose), Papo Amarelo (Moacir Torres), RBoy (Daniel Costa), Resistente (Juliano Rocha), Velta (Emir Ribeiro), Veredicto (Ed Oliver).

Apoie o projeto e saiba mais: http://www.catarse.me/pt/albumdqb

28 de out de 2014

As Periquitas – revista/livro de desenho de humor, quadrinhos e artes criada e realizada só por mulheres

Trata-se de um volume impresso, com trabalhos de autoras de desenho de humor, quadrinhos, ilustrações e artes sobre temas diversos. Uma iniciativa da cartunista Crau da Ilha, que também participou de outra publicação pioneira nessa área, a revista O Bicho, editada pelo humorista Fortuna nos anos 70, que foi a primeira revista de cartuns e quadrinhos “não-enlatados” do país. Crau está envolvida n'As Periquitas como editora-chefe.
 
Foi em meados da década de 1990 que Crau imaginou esta publicação feita por mulheres cartunistas, que seria chamada A Periquita, no singular. À época contatou quarenta meninas, autoras de cartuns e charges ou de quadrinhos. Mas eram outros tempos, em que nem todas usavam a internet e a comunicação se dava pelo correio. Sem estrutura então para criar a revista e tendo de se dedicar a outros trabalhos, Crau adiou sua realização.
 
A disposição de fazê-la reemergir do campo das ideias brotou de uma postura muito ética da pesquisadora de quadrinhos e professora na área de gestão, Cristina Merlo. “No ano 2000, Crau me ofereceu o projeto d'A Periquita, para que o desenvolvesse, já que vivia em contato com as profissionais do setor. No final de 2013, ela me encontra através do facebook: justamente quando havia um editor interessado em produzir A Periquita. Mas eu queria que a Crau se envolvesse.”
 
“A Cris me disse que só admitiria fazê-lo com a minha participação", conta a cartunista. "Esse tipo de atitude é justamente no que acredito, assim como acredito no respeito aos direitos autorais e em outros valores éticos que tratamos de estimular ou de despertar pela crítica de costumes, através do cartum. Tratei imediatamente de achar uma brecha entre outras atividades para tocar a revista, que agora, desde então, se chama As Periquitas."
 
A equipe de produção d'As Periquitas conta, além da Crau e da Cris, com a presença de colaboradoras de peso como Mariza Dias Costa, Claudia Kfouri, Natalia Forcat, Lorena Kaz, Germana Viana e Laerte entre outras artistas de várias gerações e tendências.
As Periquitas, a revista/livro, estará à venda nas melhores bancas e livrarias de todo o Brasil a partir de novembro de 2014.
 
As Periquitas
Editorial Kalaco 
96 páginas - em cores e PB
Capa dupla com slip
Formato 20,5 x 27,5 cm
Preço: R$ 39,90

27 de out de 2014

Exposição “Brincando” em Santa Cruz do Rio Pardo com a Participação da AQC-ESP

 A AQC-ESP está da exposição “Brincando” em homenagem ao mês das crianças na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo. Participam com diversos trabalhos coloridos: Moacir Torres, Fernando dos Santos, Bira Dantas, Eder Santos, Xalberto e Luigi Rocco.

A exposição estará à disposição do público no Museu Ensino Ernesto Bertoldi, entre os dias 08/10 a 07/11, das 8h às 17,30h, segunda à sexta, na Rua Doutor Francisco de Abreu Sodre, 140. 

 Depois dessa data ela ficará em exposição na Biblioteca Municipal Abílio Fontes, rua Coronel Emygdio Piedade, nº 238, Centro, do dia 11/11 a 12/12, das 8h as 17,30h, de segundas às sextas-feiras. 

Entrada gratuita!








14 de out de 2014

SAIU O QUINTO NÚMERO DO BENJAMIN PEPPE

Cooperativa Júpiter II lançando o quinto número do Benjamin Peppe, criação de Paulo Miguel dos Anjos, personagem da paz, do amor e dos esportes radicais, um dos preferidos de nossos leitores mirins. Uma edição com 24 páginas dedicadas especialmente aos ilustradores, com participação de um timaço de artistas (muitos deles ativos colaboradores da Júpiter II): Wellington Santos, Verônica Saiki, Dennis Oliveira, Jeferson Adriano, William Raphael, e muitos outros – incluindo participação do grande mestre dos Quadrinhos Julio Shimamoto. Não nos esquecemos das HQs, elas também estão presentes graças aos talentos de Laerçon, Thiago PHZ e Chagas Lima – deste último, uma HQ de duas páginas, toda colorida! Taí o Benjamin Peppe, esbanjando alto astral e energias positivas, engrandecendo o nome da Júpiter II e conquistando leitores infanto-juvenis!

Mais informações
http://www.jupiter2hq.blogspot.com.br/

13 de out de 2014

Exposição Lorena Kaz

Exposição de quadrinhos: "Morrer de amor e continuar vivendo", vai estar na Casa das Rosas (Av. Paulista, número 37), do dia 10 de outubro a 2 de novembro de 2014.

A Casa das Rosas é ao lado do Itaú Cultural, então, quem estiver pensando em visitar a "Ocupação Laerte"

8 de out de 2014

Os X-Men de Gedeone Malagola

(por Worney Almeida de Souza)
Em 1968, o mestre Gedeone Malagola criou uma série de aventuras com os personagens da Marvel Comics; X-Men em sua primeira formação original. Os desenhos eram de Walter Silva Gomes, um desenhista que não deixou outros trabalhos publicados. Foram dez aventuras, com um total de 81 páginas em preto e branco e mais quatro capas coloridas publicadas no “Super-Almanaque os X-Men em Ação!” (um almanaque reprise que reunia várias edições encalhadas com uma nova capa), “Edições GEP” 14, “Surfista Prateado” 01 (que não é assinada por Walter Gomes, mas tem seu estilo e pode ser creditada e é cópia da capa do segundo número da revista americana “Silver Surfer”, desenho original de John Buscema) e Edições GEP 18 (Walter Gomes se baseou em cenas internas para criar a capa, que não tem paralelo nas edições americanas das revistas “Silver Surfer” e “Captain Mar-Vell”). Um trabalho de fôlego que é analisado por Roberto Guedes no artigo inédito em língua portuguesa (publicado originalmente na revista americana, editada por Roy Thomas, “Alter Ego” 3ª série nº 120, em setembro de 2013).
            
As HQs de Gedeone Malagola e Walter Gomes com o passar dos anos se tornaram lendárias. A coleção “Edições GEP” publicou em suas primeiras edições as aventuras dos X-Men com produção americana e depois títulos diferentes (Capitão Marvel, Surfista Prateado, álbum Divertido de Curiosidades, No Mundo dos Gigantes de Paulo Hamasaki e Diário de Guerra de Rodolfo Zalla e Juarez Odilon) o que desmotivou os colecionadores usuais de material da Marvel, que completaram suas coleções das editoras Ebal, Abril e RGE, mas pouco ligaram para as revistas em preto e branco e em papel jornal da editora GEP. Assim os poucos exemplares da coleção “Edições GEP” (que teve um total de 23 números), que ainda existem, estão na mão de poucos colecionadores e pouco acessíveis. Reunir todas HQs do X-Men não foi uma tarefa fácil. Essa edição de “Arquivos de Gedeone Malagola” é um resgate necessário e histórico, prestando mais uma homenagem ao mestre Gedeone Malagola, um produtivo e inventivo roteirista e desenhista de quadrinhos, que teimou até o final da vida em criar arte nacional quadrinizada.        
     
Serviço: “Arquivos de Gedeone Malagola” (tamanho: 16,5 x 26 cm, capa colorida, miolo em p&b, 96 pgs. lombada canoa, R$ 56,00 incluindo as despesas postais).
 
Pedidos para: produtoraculturalwaz@yahoo.com.br)  Essa edição é uma ação entre amigos com tiragem limitada e sem interesse econômico, só pretende custear as despesas gráficas e de correio e não pretende usurpar os direitos autorais da Marvel Comics e muito menos dos autores. É uma pesquisa e um resgate de um momento importante do mercado de histórias em quadrinhos no Brasil e da produção de um dos mestres do quadrinho nacional.