24 de out de 2012

Seu Turno: A Aventura Começa

Em Seu Turno: A Aventura Começa, quem toma as decisões é o leitor

Uma onda de sequestros de garotas está acontecendo. O leitor é chamado pelo anão mercador para resgatar sua filha. Se aceitar o trabalho, é só seguir para a página 1 - e começar a aventura.

Em Seu Turno: A Aventura Começa (formato 17 x 25,8 cm, 96 páginas, R$ 19,90), de Éder Gil, o leitor toma o lugar do protagonista Tercy Cross, decidindo quando investigar, quando se esconder e quando atacar.

Algumas escolhas fazem o objetivo ficar mais próximo, enquanto outras serão fatais.

O título é um lançamento da editora Jambô e já está à venda.

Confira o prelúdio da obra e também seu booktrailer.

PESTICO

O Petisco começou como um portal de webcomics, contendo diversas séries em quadrinhos, todas publicadas com a periodicidade de uma página por semana, assim como acontecia com os quadrinhos que saíam nas páginas dominicais dos jornais.
Cada série do Petisco é atualizada em um dia diferente da semana. Então, juntando todas, há atualizações diárias no site.
E, agora, os quadrinhos digitais serão lançados em forma de papel, com Petisco Apresenta - Volume 1 (formato 16 x 25 cm, 96 páginas, R$ 30,00).
O álbum apresenta seis das séries do site: Nova Hélade, Nanquim Descartável, Beladona, Terapia, Demetrius Dante e Macacada Urbana, e foi financiado pelo sistema de crowdfunding do site Catarse.me.

O título foi lançado na Fest Comix, em São Paulo e nesta semana será na Gibicon, em Curitiba.

22 de out de 2012

HOMENAGEM A PATRICIA ZACCARIAS

HOMENAGEM A GRANDE ARTE-FINALISTA PATRICIA ZACCARIAS, DOS ESTÚDIOS MSP, QUE INFELIZMENTE NOS DEIXOU.
http://www.alexandrehq.blogspot.com.br/2012/10/patricia-zaccarias.html

Blumenauense selecionado quadrinhos Homossexual


Objetivando o incentivo a produção artistica pelas histórias em quadrinhos a editora Marca da Fantasia promoveu um inusitado concurso em nível nacional  para selecionar histórias de caracter homossexual para um album. Dentre os 15 selecionados o blumenauense Alex Guenther foi o único artista a representar o Sul do Brasil, com sua história " UM AMANHÃ DIFERENTE". A história conta a luta pessoal de uma garota que tenta entender seus sentimentos em relação a sua treinadora. 

Para conhecer mais sobre o projeto da Marca da Fantasia acesse o blog da Editora em:

http://www.marcadefantasia.com/nasparadas/nasparadas-2012/hqhomo-selecao/hqhomo-selecao.htm


Para  ver as 6  páginas da história " UM AMANHÃ DIFERENTE" de Alex Guenther acesse o site:

http://www.alexguenther.com/trabalhos/quadrinhos/projeto-quadrinhos


Concurso de mangá agora com inscrições GRÁTIS.

O concurso Mangás da Terra dos Ipês agora são gratuitas.
E há um prêmio de R$ 4.500,00 que será dividido entre os três primeiros colocados.

 

19 de out de 2012

ENCONTRO DA AQC COM COREANOS NA FEST COMIX

Neste sábado, 16h00 Na FestComix Traga seu portfolio e cartão, apresente seus Quadrinhos. Não precisa ser associado a AQC para participar. Centro de Convenções São Luís. Rua Luis Coelho, 323 – Próximo ao metrô Consolação. Vamos nos encontrar as 15h45 na sessão de autografos de Gonçalo Jr (e seu novo livro Grilo). Como o pavilhão do Colégio não tem lugar parar reuniões fechadas, devemos ir até um barzinho da R. Luis Coelho, em frente a entrada da FestComix.
ENCONTRO COM EVA CHOI (Project Manager), LEA CHOI (Project Executive) e PARK SUNG JIN (DR Agency Agente oficial da Associação de Cartunistas Coreanos). Komacon tem interesses em manter contatos com a Associação de Quadrinhistas e Caricaturistas SP e com algumas editoras brasileiras.
Mais informações sobre esses contatos coreanos aqui: http://www.bigorna.net/index.php?secao=birazine&id=1293019659 http://aqcsp.blogspot.com.br/2011/06/aqc-signs-mou-with-komacon.html
UNIVERSO HQ http://www.universohq.com/quadrinhos/2012/n18102012_03.cfm "Segue até o próximo domingo, 21 de outubro, a 19ª Fest Comix, no Centro de Eventos São Luís (Rua Luis Coelho, 323, próximo do metro Consolação), em São Paulo/SP. O já tradicional evento terá palestras com nomes conhecidos do universo dos quadrinhos, além de concursos, cosplay e outras atrações. Dentre os participantes convidados estão Jamie Delano, Moreno Burattini, Fabio Civitelli, Daniel HDR, Vitor Cafaggi, Danilo Beyruth, Sidney Gusman, Sang Sun Park e Kim Byung Jim.
O evento também contará com sessões de autógrafos e, como sempre, diversos itens à venda com descontos exclusivos. Na lista dos lançamentos programados, destaque para Nação fora da lei - Sangue entre irmãos, Nura - A ascensão do Clã das Sombras # 1, Black White - O processo criativo de Eduardo Risso, The Spirit - Mais aventuras, Astronauta - Magnetar, Invencível # 4 e Mortos-Vivos # 10, Petisco apresenta # 1, Tex no Brasil - Justiça a qualquer preço, O Meu Tex - A balada do Oeste e Calafrio # 57."
LIVRO "A MORTE DO GRILO" NO FEST COMIX, SÁBADO, A PARTIR DAS 15H (Gonçalo Jr) "Amigos de São Paulo: lanço neste sábado, no Fest Comix, um livro sobre a revista Grilo, que trouxe o underground para o Brasil em 1971 e foi proibida de circular pela censura dois anos depois. Compareçam, a partir das 15h!!! A obra sai com o selo da PEIXE GRANDE, do querido amigo Toninho Mendes! Tá uma beleza, com caderno em cores!!!"
http://www.festcomix.com.br/ Nos dias 19, 20 e 21 de Outubro acontecerá a 19ª edição do Fest Comix, maior evento de Quadrinhos e Mangás do Brasil, reunindo lojas e atrações do segmento com exclusividades para a edição de 2012. Realizado no Centro de Convenções São Luis, próximo à Avenida Paulista, conta com mais de 2000m² de espaço, divido entre estandistas e expositores, além da mega feira da Comix Book Shop com desconto de 20% a 80% em todos os seus produtos, inclusive lançamentos.
No palco principal, atrações e concursos especiais para crianças e adultos. As crianças podem participar de várias brincadeiras valendo prêmios. Os adultos vão conferir mais uma etapa do Concurso Comics Cosplay BR, concurso para cosplayers de super-heróis, games, animes e mangás, seriados e filmes, apresentações de KPOP (Korean Pop Dance) com grupos brasileiros mostrando que sabem colocar o público para dançar! Uma grande diversidade de quadrinhos importados estarão aguardando nas prateleiras, são mais de 100.000 revistas a partir de R$ 1,00.
19º Fest Comix Dias 19, 20 e 21 de Outubro Das 10:00 ás 21:00 sexta e sábado Domingo das 10:00 ás 18:00. Centro de Convenções São Luís. Rua Luis Coelho, 323 – Próximo ao metrô Consolação. JUDAO http://www.judao.com.br/livros-hqs/fest-comix-2012-tera-mais-um-convidado-internacional-sera-jamie-delano-o-primeiro-roteirista-de-hellblazer/ (Renan Martins Frade) "Parece que 2012 tem tudo a Fest Comix tem tudo para deixar de ser apenas um ótimo evento para comprar gibis para se tornar O evento sobre quadrinhos. Depois da confirmação da vinda de Ron Marz para o evento, agora é o nome Jamie Delano que é anunciado entre os convidados da próxima edição da Fest. O roteirista inglês realizou diversos trabalho para o selo Vertigo, da DC, tendo sido o primeiro roteirista do gibi Hellblazer – estrelado por John Constantine. O autor virá para São Paulo lançar o encadernado Nação Fora da Lei – Sangue Entre Irmãos, do qual é roteirista, e que conta com a arte de Goran Sudzuka. Nos EUA, o título foi lançado originalmente pela Vertigo e por aqui chega pela Gal Editora. Este será o primeiro volume de uma série que acompanha as aventuras de Story Johnson, membro de uma família de imortais que governa secretamente os Estados Unidos. Enquanto é caçado por seu irmão – que deseja matá-lo -, Story descobre que seu país tornou-se uma nação dominada por preconceitos, violência e corrupção. O primeiro volume da Gal reunirá as edições 1 a 11 da série. O crescimento da Fest Comix já vêm sendo ensaiado desde, pelo menos, 2010, quando David Lloyd, o desenhista de V de Vingança, esteve presente para lançar a graphic novel Kickback pela editora HQM. Ano passado, o próprio Ron Marz, criador do Lanterna Verde Kyle Rayner e do vilão Parallax, era para ter estado presente, mas acabou não conseguindo o visto para o nosso País. Ainda assim, a Fest Comix 2011 contou com importantes nomes brasileiros como Will Conrad (com trabalhos pela DC, Marvel e Image), Mike Deodato Jr. (um dos grandes nomes atualmente na Marvel) e o argentino Ariel Olivetti (também da Marvel). Isso fora a JBC e a Panini, que realizaram painéis sobre suas respectivas publicações nos meses seguintes. Se o evento de 2012 mantiver o nível dos convidados nacionais teremos com certeza a melhor Fest Comix da história – ao menos na qualidade dos painéis. De qualquer forma, ainda estou torcendo para que mais um ou dois nomes internacionais sejam confirmados para o evento. =D A Fest Comix 2012 acontece entre os dias 19 e 21 de outubro em São Paulo.

17 de out de 2012

ASSINE A LEI DO QUADRINHO NACIONAL

Então assine. Todos estão de parabéns e a galera estão assinando a petição, precisamos de mais incentivos pra chegarmos a mil assinaturas. Chegamos a 700 assinaturas. http://www.peticaopublica.com.br/?pi=DQB
A QUANTAS ANDA A LEI (Jal - Associação dos Cartunistas do Brasil) josealbertolovetro@yahoo.com.br http://www.meuheroi.com.br/ACB/ "O substitutivo foi proposto após reuniões entre representantes de desenhistas e representantes de editores. Reuniões em Brasília (outubro de 2011) e São Paulo á pedido nosso (em dezembro de 2011). O relator da época, Rui Costa, saiu da Comissão de Educação e Cultura no incio desse ano de 2012. Pelo que vejo não houve mais mudança. Na ocasião das reuniões os editores não aceitaram os 20% de reserva de mercado. E nós defendemos que a percentagem não é o essencial dessa lei que tem outros ítens importantes como o incentivo fiscal e de crédito para quem publicar hq nacional. Rui Costa disse que não há como essa lei abrir incentivos sem um mínimo de contra-partida das editoras. Para melhorar sugerimos ampliar de três para mais anos a implantação (o que aconteceu - dobrou para seis anos). Nosso trabalho é tentar unis editores e desenhistas para depois de aprovada a lei seja regulamentada com pressão para que tenhamos bons valores de incentivo já que o executivo é quem cuida dessa parte para saber de onde sairá o dinheiro. No legislativo precisamos da lei aprovada para depois pressionar o executivo. E se os editores e desenhistas estiverem juntos, fica quase impossível de não conseguirmos esses incentivos. Para isso é preciso um convencimento constante para os editores aceitarem os 20%. Pois se o governo exige esse mínimo tem que dar a contra-partida. coisa que não acontecria se não tivessemos esses 20%.
O que os editores acham: !- Não querem aceitar os 20% - mas não há como obter incentivos se não houver contra-partida 2- Alegam que obrigar a ter 20% de material nacional é intervir na lei do comércio da oferta e da procura onde além do conteúdo há outros fatores envolvidos. Mercado se conquista. - Mas aí também vemos que quase todas editoras já tem um percentual de material nacional e que podem publicar 80% de material estrangeiro. Uma lei obriga as editoras a não caminharem pela facilidade de apenas traduzir material vindo de fora e por preços baixos para ocupar nosso mercado brasileiro. Desprezar o autor nacional é desprezar nossa cultura e os leitores brasileiros que tem o direito de ter acesso aos nossos autores além dos estrangeiros. 3- Alegam que também fere o direito livre de comunicação e de pensar. - Uma inversão já que eles continuarão publicando o que desejarem de quem desejarem. Só que terão que observar autores nacionais também que têm o direito de livre comunicação com seu próprio povo e por questões de mercado (produto estrangeiro mais barato) não conseguem um mínimo de abertura. 4- Alegam que o custo de uma publicação é alto e que investir em novos personagens tem retorno demorado. E que se a publicação nacional não der certo quem paga o prejuízo financeiro das editoras? - Esse argumento é facilmente derrubado pois coloca a própria habilidade do editor em cheque. Editar não é copiar material estrangeiro mas buscar entender o mercado como algo aberto à ideias. O autor nacional é o mais próximo do público leitor do país. Basta o editor exercer sua função de acertar as duas pontas entre o autor e o leitor. Quem não faz isso não é editor e não vê o mercado como conteúdo mas como negócio frio e mercadológico. Nivela por baixo. Depois temos vários outros métodos para cumprir os 20%. A área digital nos mostra que haverá muita economia de papel e impressão para prospectar mercado antes da impressão. Todos sabem que impressão e papel é cerca de 3/4 ou mais dos custos. Assim os 20% não irão gerar perdas, mas podem gerar muitos ganhos na área editorial. Cada um tem que fazer sua parte.
Enfim, o editor precisa de conteúdo para vender seus livros e revistas. Ninguém vende páginas em branco. E para termos mais autores nacionais é preciso sim de lei de incentivo e que tenha uma percentagem mínima para haver contra-partida do governo em facilidades fiscais e de captação de verbas. Hoje temos autores brasileiros ganhando prêmios internacionais e alguns que desenham para o mercado americano ganhando prêmio como melhor desenhista daquele país. O maior sucesso na área de quadrinhos é de brasileiro. Mauricio de Sousa desbancou o Disney nas bancas porque algum dia um editor se interessou em publicá-lo. A maior vendagem de revista em quadrinhos no mundo ocidental é da Turma da Mônica Jovem. A experiência com Mauricio de Sousa pode se repetir como acontece em outros mercados mundiais. Nos desenhos animados já notamos esse movimento com Galinha Pintadinha, Ovonauta, Princesas do Mar e Pinguím ganhando mercado. Foram leis de incentivo que ajudaram a criar esse mercado."

16 de out de 2012

LIVROS DO SCHLOESSER NA FESTCOMIX

Eduardo Schloesser. Esse nome te diz alguma coisa? Pra mim, diz muita! Desenhista meticuloso, arte-finalista esmerado, aquarelista dedicado. Temos muito em comum. O Edu nasceu em Sampa, viveu no Rio, mudou para o Nordeste. Meus pais vieram do nordeste, de terras potiguares (RN), me tiveram em Sampa e me levaram com 2 anos para o Rio.
Lá cresci vendo desenhos nos programas do Capitão Asa e Capitão Furacão; vendo seriados como Bonanza, Lone Ranger, Túnel do Tempo, National Kid, Agente 86; lendo Quadrinhos no Globinho: Asterix, Príncipe Valente, Tarzan, Mandrake, Flash Gordon, Tereré, Turma da Mônica, Disney, Turma do Pererê, Capitão Eco, Mafalda... Tenho certeza que a infância do Edu também foi assim. Um garoto rodeado de arte por todos os lados.
Poderia falar das outras influências clássicas que ele teve: Botticelli, Ingres, Degas, Manet, Doré, Eisner, Colan, Frazetta, Manara, Serpiere, Adams, Falk, Hogarth, Wrightson... mas vou me ater ao impacto que sua arte causa em mim e em outros quadrinhistas de nossa geração -sim, nasci em 1963, um ano depois do Edu- como o Laudo, outro grande artista e amigo.
Conheci o seu trabalho na edição da Via Lettera do "Zé Gatão" e de cara pensei: esse cara sabe contar uma história. Pra mim, isso é primordial numa HQ. O segundo lance mais importante é a representação gráfica do conteúdo dessa narrativa. E fiquei boquiaberto com seu estilo refinado de desenho, de nanquim e de sombreado. Zé Gatão é "o bicho"! Já falei que o Edu é o Richard Corben brasileiro: mesma entrega na narrativa gráfica, mesma paixão no desenho, mesmo conhecimento na anatomia, mesma queda pelo underground. Na verdade é muito mais. Ele é capaz de traduzir todo esse seu conhecimento -adquirido depois de décadas de afinco nos estudos- em método de ensino.
Essa capacidade o torna diferenciado em nosso meio. Esse seu jeito de socializar a informação o coloca no panteão dos grandes educadores. Somos todos autodidatas e esse nosso aprendizado foi feito "na raça". Hoje você, que tem este livro em mãos, pode se considerar um felizardo. Caras como Schloesser fizeram o caminho das pedras, e descalços!
SEUS LIVROS
Como muitos sabem, dou aula de cartum, charge e caricatura na Pandora Escola de Arte. Sempre compro livros e revistas didáticas para usar em sala de aula. Qual não foi minha surpresa, ao comprar o novo livro "Aprenda a desenhar" (editora Geek) do Eduardo Schloesser (que sempre admirei pelo alto nível artístico) nas bancas? Uma homenagem a mim! Que surpresa! E ser comparado ao Loredano, um dos mais criativos e arrojados caricaturistas que já tivemos. Uau!!!!!!! O máximo foi ter sido tudo secreto. Ou seja, se eu não tivesse comprado o livro, jamais saberia disso. Valeu, Edu! Foi um presentão!
EDU MANDA RECADO http://eduardoschloesser.blogspot.com.br/2012/04/grande-bira-dantas.html "Tive a honra e o prazer de encontrar o grande caricaturista Bira Dantas faz um pá de ano quando ainda morava em São Paulo, pra falar a verdade já estava de mudança (de novo) para Brasília. Foi na noite da pizza, ou pizzada como chamavam, não sei se este evento (parecia um evento, pelo menos) ainda acontece. O dono do lugar, fã de desenhos, hqs e caricaturas, promovia no seu estabelecimento (ficava próximo da Av. Paulista) uma noite onde vários profissionais, fanzineiros e entusiastas da nona arte, comiam pizza de graça, desenhavam num imenso mural e trocavam idéias. Nesta noite esbarrei por lá com o Marcatti, Junião, Fabio Moon (ou seria o Gabriel Bá?) Maringoni, Gual e Dani, Jotapê Martins, Cariello e muitos outros, afinal o lugar estava lotado. Revi velhos amigos e travei contato com outros tantos. Entre eles o Bira, que eu já conhecia pelas suas caricaturas.
Alguns podem até pensar que é babação da minha parte quando me refiro a determinado artista como grande, ou fabuloso, ou imbatível e outros tantos adjetivos, mas quem me conhece bem sabe que eu só uso tais predicados para quem de fato admiro, não apenas o trabalho, o talento, mas acima de tudo o caráter e a humildade. Conheço artistas com traço e criatividade de fazer inveja, mas que não valem merda. O Bira, pelos breves momentos que conheci é um destes caras sorridentes, amáveis, de bem com a vida, transbordando talento por todos os poros. Sua produção é impressionante, charges, caricaturas, hqs e o que mais vier pela frente.
( vale a pena visitar o blog dele, http://caricasdobira.blogspot.com.br/ ). Acho que ele já fez caricaturas de todos que conhece, tava faltando a minha, mas a lacuna foi competentemente preenchida, com se nota nesta postagem. Detalhe: como eu disse, ele só me viu uma vez, quase não tem foto minha circulando por aí, e ele foi brilhante ao captar meu meio sorriso de cara sem graça e braços cruzados, meio que levantando barreira entre mim e quem me observa, algo característico em pessoas inseguras e arredias. O cara é um gênio. Ele nasceu no Brasil (sorte nossa) se fosse em outro país ele teria o mesmo status de um Mort Drucker ou um Don Martin. Eu disse antes e repito: BIRA, CÊ É O CARA!"
EDU NA FESTCOMIX EM SAMPA Nos dias 19, 20 e 21 de Outubro acontecerá a 19ª edição do Fest Comix, maior evento de Quadrinhos e Mangás do Brasil, reunindo lojas e atrações do segmento com exclusividades para a edição de 2012. Realizado no Centro de Convenções São Luis, próximo à Avenida Paulista, conta com mais de 2000m² de espaço, divido entre estandistas e expositores, além da mega feira da Comix Book Shop com desconto de 20% a 80% em todos os seus produtos, inclusive lançamentos. No palco principal, atrações e concursos especiais para crianças e adultos. As crianças podem participar de várias brincadeiras valendo prêmios. Os adultos vão conferir mais uma etapa do Concurso Comics Cosplay BR, concurso para cosplayers de super-heróis, games, animes e mangás, seriados e filmes, apresentações de KPOP (Korean Pop Dance) com grupos brasileiros mostrando que sabem colocar o público para dançar! Além disso teremos dois convidados este ano: Jamie Delano e Daniel HDR. Conhecido e admirado pelos leitores da linha Vertigo, da DC Comics, o inglês Jamie Delano marcou época como o primeiro roteirista da revista Hellblazer, que trazia as aventuras macabras do bruxo e investigador sobrenatural John Constantine, um dos personagens favoritos dos leitores de quadrinhos adultos e de terror. Agora, os fãs brasileiros do roteirista terão a chance de conhecê-lo pessoalmente. Delano vem ao Brasil a convite da Comix Book Shop e da Gal Editora para o lançamento de seu álbum em quadrinhos Nação Fora da Lei: Sangue entre Irmãos, que ocorrerá durante o evento FestComix, em 19, 20 e 21 de outubro em São Paulo. http://www.ambrosia.com.br/2012/10/05/19a-fest-comix/ Você pode comprar toda série de livros de desenho na FestComix que acontece neste fim de semana no Colégio São Luis, em Sampa. http://comix.com.br/blog/?p=14165 E se você ficou curioso, corra pro Blog dele e veja seus excelentes trabalhos: http://eduardoschloesser.blogspot.com.br/

12 de out de 2012

CANCELADO LANÇAMENTO DA PICLES NA FESTCOMIX

Infelizmente, a revista só estará impressa no dia 26/10. Aguardem nova data de lançamento e prestigiem a FestComix em Sampa, que vai trazer ilustres convidados do Quadrinho nacional e internacional (como . Mais informações aqui: http://www.festcomix.com.br/
Sexta – Feira (19) 11h00 – Fest Comix Trivia 12h00 – Vídeos mais inusitados de Comics na Internet 12h30 – Exibição de Vídeo (Em breve) 14h00 – Discotecagem Nerd – Clipes de Músicas de Comics
Sábado (20) 11h00 – Fest Comix Trivia 12h00 – Palestra Tokusatsu.com.br 13h00 – Exibição de Vídeo (Em breve) 14h00 – Concurso de Cosplay – CCBR 16h00 – Concurso de KPOP 17h00 – Concurso de Gangnam Style
Domingo (21) 11h00 – Fest Comix Trivia 12h00 – Vídeos mais inusitados de comics na internet 13h00 – Exibição de Vídeos (Em breve) 14h00 – Concurso de Cosplay – CBBR 16h00 – Concurso de KPOP 17h00 – Concurso de Gangnam Style
Palestras Sábado (20) 11h00 – Em breve 13h00 – Editora Nemo – Novidades para 2013 14h30 – Editora Panini – Palestra com Editores (detalhes em breve) 16h00 – Daniel HDR – Lançamento de Scketch Book C1NZ4! 17h30 – Sidney Gusman e Danilo Beyruth – Palestra sobre o lançamento Astronauta: Magnetar. 19h00 – Em Breve
Domingo (21) 11h00 – Editora JBC – Lançamentos para 2013 13h00 – Editora Panini – Palestra com editores (detalhes em breve) 14h30 – Em breve 16h00 – Jamie Delano – Palestra sobre o lançamento de “Nação Fora da Lei” pela Gal Editora 17h30 – Em breve. Sessões de autógrafos Sábado (20) 16h00 – Jamie Delano, Pipoca e Nanquim 18h00 – Daniel HDR
A revista “Piadas do Fim do Mundo” (“Picles” 02) foi uma ideia coletiva da Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo (AQC-ESP) em conjunto com a editora Laços. A associação foi criada em 1984, visando reunir e defender os autores nacionais de quadrinhos, cartuns, charges e ilustração que insistem em publicar sua arte em nosso diminuto mercado editorial.
 
O projeto “Picles” começou em 2009 e resultou numa revista com 28 artistas de todo o Brasil satirizando quatro temas: música, esportes, ecologia e tecnologia, que foi publicada, em maio de 2010, como revista eletrônica no blog da associação (www.aqcsp.blogspot.com).
Já a segunda edição foi publicada no final de 2011, com tiragem de 1000 exemplares e teve como tema a presidenta Dilma. Foram reunidos 24 autores que enviaram um total de 55 trabalhos. Com o financiamento de três editores, a “Picles” 02 teve uma boa divulgação e repercussão, inclusive com a própria personagem principal (a presidente Dilma Rousseff) recebendo seu exemplar!
         
Agora a AQC-ESP, aproveitando que o mundo está chegando em sua data fatídica: 21 de dezembro de 2012, prepara o lançamento do terceiro número da “Picles” que tem como tema: O Fim do Mundo! Um tema atual e que resultou em muita sátira ao contexto místico, histórico, midiático e na histeria coletiva que pode causar.
         
Foram reunidos 24 autores com uma grande diversidade de estilos, traços, roteiros e formas de arte num resultado muito divertido. A seleção de profetas do Apocalipse é a seguinte: Floreal, Eder Santos, Paulo Cesar Cid, Alex Guenther, Paulo Alves, Wanderley Felipe, Xalberto, Sergio Morettini, Vasqs, Daniel Linhares, William MR, Juliano, João Zero, Airon, Rice Araujo, Mário Mastrotti, Fernando dos Santos, Harry Guilherme Garrido, Edvaldo Rodrigues, Novaes, Bira Dantas, Diego Jourdan Pereira, Wellington Santos e Sergio Mas.

O lançamento da revista “Piadas do Fim do Mundo!” (“Picles” 02) seria realizado durante o 19° FestComix, no dia 21/10, mas foi cancelado. FestComix acontecerá em São Paulo, no Centro de Eventos São Luiz, Rua Luis Coelho, 323, Metrô Paulista.
         
Todos estão convidados para rir do Fim do Mundo??!!!


“Piadas do Fim do Mundo” (tamanho: 17 x 24 cm, 52 pgs. capa colorida, miolo 02 cores, lombada canoa, tiragem 1000 exemplares, R$ 12,00)

                                                           Worney Almeida de Souza