30 de jul de 2012

GibiGang

Está no ar o site www.gibigang.com do cartunista Júlio Maga.
Maga apresenta  seus personagens:  os pré-adolescentes  Trio Calafrio, o feiticeiro Gruvister, o Gato Espeto e a Tartaruga Casca Grossa .
O  site tem atualizações diárias e semanais de Histórias em quadrinhos. 
Está disponível  também uma pagina no facebook: www.facebook.com/gibigang
Confira.

MUNDO HQB

SINOPSE:
= Histórias em Quadrinhos: Entretenimento,
Comunicação e Educação!
= É Preciso Ter Dinheiro Para Ser Nerd?
= Ídolos Na Vida Real e nos Quadrinhos!
= Fichas do ZODIAKO,O BISPO,O VIAJANTE.
= CAMPO DE BATALHA: O Confronto Final!

23 de jul de 2012

ANIMA MUNDI, HQ EM FEIRA DE SANTANA, LORDE KRAMUS, GUEDES MANIFESTO, GERMINA LITERATURA, CONTOS DO ABSURDO NA TV UOL

(G1) "Na capital paulista, as exibições vão de 25 a 29 de julho, no Memorial da América Latina e no CCBB. A entrada é gratuita para filmes infantis. Adultos pagam R$ 8. Criado em 1993 por Aída Queiroz, Cesar Coelho, Lea Zagury e Marcos Magalhães, o Anima Mundi entra este ano para o seleto grupo de festivais que podem credenciar filmes para indicação ao Oscar de curta-metragem de animação. O vencedor entre os filmes nacionais fica pré-selecionado para concorrer à indicação, segundo os organizadores. http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2012/07/na-20-edicao-do-anima-mundi-veja-trechos-de-20-destaques-do-festival.html Oficinas de animação são atração do Festival Anima Mundi Os curtas brasileiros candidatos são: "Cafeka", de Natalia Cristine; "Destimação", de Ricardo de Podestá; "Linear", de Amir Admoni; "Mentiras são contadas em julho", de Rogério Vilela; "Neomorphus", do estúdio Animatorio; "O acaso e a borboleta", de Fernanda Correa e Tiago Américo; "O grande evento", de Thomas Larson; "O guitarrista no telhado", de Guto Bozzetti; "Realejo", de Marcus Vasconcelos; e "Valquíria", de Luiz Henrique Marques Gonçalves. Além do Brasil, países como França, Alemanha, Japão, Polônia, Portugal, Estados Unidos, Suíça, Dinamarca, República Tcheca e os estreantes Síria e Tunísia estarão representados nas telas do festival, que tem ainda oficinas, mostras e palestras." http://www.animamundi.com.br Papo Animado Sarah Cox Papo Animado Marão Papo Animado PES Papo Animado Len Lye por Roger & Shirley Horrocks Papo A. Rodrigo Teixeira Comerciais da Aardman Retrospectiva AM 20 anos Instalação 12i Masterclasses Galeria Think Oscar®! Palestra
PRORROGADAS AS INSCRIÇÕES PARA OFICINA DE HQ EM FEIRA DE SANTANA (BA) A Oficina de Historia em Quadrinhos acontece no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). As matriculas foram prorrogadas até o dia 12 de agosto. O Curso é focando no aprendizado e planejamento das etapas de desenvolvimento de uma história em quadrinho e na orientação para a elaboração de roteiros estruturados e coerentes. A oficina oferece ainda aos alunos uma maior compreensão da trajetória histórica dos quadrinhos, abordando diferentes tradições quadrinhísticas ao redor do mundo. Promovido pelo espaço OCA (Oficina de Criação Artística) do CUCA,o curso é ministrado pelo feirense Marcos Franco, experiente autor de quadrinhos com premiações no Troféu Ângelo Agostini e indicação ao “Oscar” dos quadrinhos, o Troféu HQ Mix. O Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca) fica localizado na Rua Conselheiro Franco, 66,Centro, Feira de Santana, BA. Contato através do telefone (75) 3221-9766 Mais informações no Blog: http://quadro-a-quadro.blog.br/?p=16525
LORDE KRAMUS Ainda neste mês de Julho/2012 estará disponível o número cinco da revista Lorde Kramus. Nessa nova edição teremos além da estréia de Aline, duas histórias do bárbaro Monga e da conclusão de A Fronteira dos Esquecidos, de Lorde Kramus, uma super aventura inédita de VALKIRIA. Valkiria está entre as personagens mais citadas pelos leitores da revista e, por isso e mais além, não poderia deixar de desfilar sua sensualidade selvagem em nossas páginas. Nessa nova aventura, Valkiria terá de impedir que invasores vindos de um planeta mais desenvolvido se estabeleça em seu mundo primitivo, pois ela sabe que junto com esses primeiros homens virão também todos os tipos de intempéries, como a escravidão, a destruição e a MORTE. No entanto, os atos de Valkiria podem despertar algo por ela inimaginável... A revista Lorde Kramus tem formato magazine(21X27cm) Capa em cores Papel Triplex250gms. Com laminação protetora contra respingos e umidade 52 páginas em papel couchê 90gms. Preço de capa: R$ 7,50 Pedidos podem ser feitos pelo e-mail: lordekramus@gmail.com ou telefone 11 2307-4296 ou nas bancas e lojas especializadas com distribuição de Comix Book Shop e Devir Livraria Para mais informações visite: http://lordekramus.blogspot.com http://fotolog.terra.com.br/lordekramus Durante o período da Era Primordial que se estabeleceu em nosso planeta, antes do aparecimento do homem sobre a Terra, várias raças de seres fantásticos existiram em nosso mundo, esses seres chamados de Primordiais erigiram esplêndidas civilizações nas quais se viviam sob a égide da mais ferrenha lei da natureza: O mais forte deve governar. Foi durante esse período que surgiu um grande guerreiro que estava destinado a herdar o trono de um dos maiores reinos desta época de caos. Esse guerreiro da raça dos Krorhers foi banido ainda recém nascido de sua terra natal e enviado para morrer nos mares do sul. Tendo vivido entre os Bagshis e aprendido sobre a arte da guerra antes mesmo de se tornar adulto, ele retornou ao grande continente para reaver a liberdade e a antiga glória de seu povo. Seu nome Lorde Kramus Dhemus foi escrito no Grimoire dos Tomos (livro que contém os registros dos principais fatos da Era Primordial) como "aquele que ascendeu ao trono do mundo por suas próprias mãos".
AS MELHORES EDITORAS BRASILEIRAS DE GIBIS (Roberto Guedes) http://guedes-manifesto.blogspot.com.br/ "Esta semana foi realizada uma enquete na lista de bate-papo sobre Quadrinhos GIBILÂNDIA, para saber quais seriam as editoras nacionais preferidas "de todos os tempos" em determinados quesitos. Claro que o resultado final e as opiniões dos membros da GB não refletem o consenso geral dos fãs brasileiros, mas não deixa lá de ter a sua importância, ou mesmo de apontar alguma tendência de pensamento atualmente em voga no fandom (afinal, quando se trata de opinião pública, as "verdades absolutas" costumam mudar de tempos em tempos). Vale ressaltar que a GB é composta por colecionadores, jornalistas, escritores, profissionais e leitores das HQs de faixas etárias diferentes, o que ocasionou uma diversidade bem interessante de ideias e pontos de vista. E como não havia qualquer restrição ao voto, como qualidade gráfica, periodicidade, fidelidade aos originais etc., quase todos os gibimaníacos se valeram, ao final das contas, do saudosismo puro e simples na hora de votar. Os mais novos, claro, puxaram a sardinha para aquilo que tiveram contato mais recentemente. Seguem abaixo os resultados: MELHOR EDITORA NACIONAL A PUBLICAR MARVEL 1º Editora Abril 2º Panini 3º EBAL, Bloch e RGE Na opinião da maioria, a editora da arvoreta fez um trabalho memorável em títulos como Superaventuras Marvel e Heróis da TV. Cortes de páginas e adulterações nas histórias tiveram quase nenhum peso na hora de votar. MELHOR EDITORA NACIONAL A PUBLICAR DC COMICS 1º EBAL 2º Editora Abril 3º Panini Acredito que deu a lógica. Meu voto está aqui! MELHOR EDITORA NACIONAL A PUBLICAR BONELLI COMICS 1º Mythos 2º Record 3º Vecchi Os fãs dos personagens italianos entendem que a Mythos mantém um contato melhor com seus leitores. MELHOR TRABALHO EDITORIAL COM LINHAS DE PERSONAGENS DISTINTAS 1º Editora Abril com Disney 2º Editora Abril com Mauricio de Sousa 3º Editora Abril com Hanna-Barbera 4º RGE com King Features e RGE com Warren Publishing "A história da Disney se confunde com o crescimento da Abril", confirmaram os leitores. E aí, você gostou ou odiou esses resultados, intrepid one? Deixe aqui também o seu comentário, OK?"
LANÇAMENTO EM BH
SITE LITERARIO, CLIQUE E LEIA http://www.germinaliteratura.com.br arte, poesia & literatura | adriano scandolara | adrienne myrtes | alberto bresciani | ale safra | almir zarfeg | antônio lazulli | diego moraes | elizabeth lorenzotti | priscila merizzio | maira parula | marcelo ariel | matheus pazos | nuno rau | rosana banharoli | silvério bittencourt | walt whitman | wender montenegro | as mulheres, a literatura e o mal, por erre amaral | jovino amaral: 7 perguntas para adriana versiani, bruna galvão, patrícia giseli, clara arreguy e simone neves | nem tudo tem de dar certo, por guttemberg guarabyra | borges biografando buda, fazendo resenhas em revista feminina e atacando grandes cineastas, por chico lopes | uma estreia em grande estilo, por ronaldo cagiano | circle of the dance, alma brasileira, a arte de clea galhano, joan griffith e lucia newell, por beatriz amaral
MARIO MANCUSO NA TV UOL COM KENDI SAKAMOTO http://mais.uol.com.br/view/wxs5e3bsd547/contos-do-absurdo-e-revista-digital-04020D193864D8C92326?types=A&
Editor da e-revista "Contos do Absurdo" entrevistado em "Quadrinhos para Quadrados". Confira.

CRÂNIO #25 Já Disponível Para Download

CRÂNIO #25
Já Disponível Para Download
no Nosso Blog MUNDO HQB.
Acesse Confira e Baixe:
www.francinildosena.blogspot.com

19 de jul de 2012

Faça sua inscrição no Seminário da 12ª Feira HQ.

O Tempo está acabando. Agora custa apenas R$ 15,00. No dia da Feira será R$ 20,00.

Faça sua inscrição no endereço:  http://nucleodequadrinhos.org/?page_id=55

Nesse link vc pode nos ajudar divulgando ou baixando a programação da Feira HQ: http://www.youblisher.com/p/382267-12-Feira-HQ/
 
 

Personagens Secundários da Turma da Mônica

 Num universo tão grande e diferenciado como é o que foi criado por Maurício de Sousa, a quantidade de personagens e de ambientes diferentes necessita de uma quantidade considerável de personagens secundários ou de “figurantes” que contracenam nas HQs ou simplesmente componham as histórias.
Claro que, de acordo com a caracterização e a desenvoltura do personagem em “cena”, ele pode ganhar importância, como a própria Mônica que de simples coadjuvante na tira do Cebolinha, virou a estrela principal da companhia.
Interessante também como o adjetivo “personagem secundário” se transformou num mote recorrente nas HQs da Turma da Mônica, “carimbando” o personagem Xaveco, que sempre é “taxado” pelos personagens principais, como um insignificante “personagem secundário”.  Mas mesmo sendo um eterno “secundário”, Xaveco ganhou histórias próprias e até uma revista especial: ‘Turma da Mônica Extra - Xabéu e Xaveco” (maio de 2012). Seu roteiro também evoluiu para uma argumentação consistente em que seus pais são separados e o atrapalhado ex-chefe da casa tenta sempre agradar o filho, que vive com a mãe.
            
Também são “secundários”, com funções diversas nas HQs, Denise, Jeremias, Humberto, Carminha Fru Fru, Titi e uma infinidade de outros personagens. Afinal eles são necessários para que a trama das histórias possa ter múltiplas possibilidades de roteiro.
            
Mas existem os personagens que podem ter seu “minuto de glória”, numa determinada HQ ou que nunca saíram da situação de figurante. É o caso da personagem que contracena com o Cebolinha na tira acima. Publicada na página 66, ao lado do expediente, da revista “Cebolinha 221 (novembro de 2004), a tira tem o n° 8034 e deve ter sido impressa em alguns jornais pelo Brasil afora.    
            
Numa versão obesa da Mônica, a personagem aplica um “corretivo” no Cebolinha motivada pelo clássico cartaz: “Gorducha e Dentuça”.  Um bom argumento para uma boa piada.
            
Certamente a figurante dessa tira poderia ser utilizada em outras HQs e, quem sabe, até contracenar com a própria Mônica. Mas segundo as informações do estúdio MSP, a personagem foi episódica para apenas fazer uma piada, nunca foi reutilizada e nem deve ser.
              
É uma pena! A figurante teve uma boa atuação e talvez merecesse uma nova oportunidade, mas creio que ela será mais uma que ira para o limbo dos personagens esquecidos dos quadrinhos, sem nem mesmo ter um nome!

                                                          
Worney Almeida de Souza

17 de jul de 2012

Salão de Humor de Piracicaba recebe inscrições até 20 de julho


O Salão Internacional de Humor de Piracicaba, um dos maiores do gênero no mundo, recebe até 20 de julho inscrições de artistas que queiram participar da 39ª edição. Com envio de material pelos Correios ou por meio da internet, o regulamento está disponível no site salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br. Este ano será concedido R$ 47 mil aos melhores trabalhos.

Cada artista pode enviar no máximo três obras por categoria: Cartum, Caricatura, Charge e Tiras/Histórias em Quadrinhos. O tema dos trabalhos é livre e também são aceitas esculturas com teor humorístico. O prêmio para cada uma delas é de R$ 5.000.

Na 39ª edição, a comissão organizadora do Salão também sugere aos artistas o desenvolvimento de obras com o tema Intolerância, que concorrerão ao prêmio temático no valor de R$ 5.000.

“Neste caso são aceitos trabalhos compostos a partir de qualquer outra categoria, mas o tema central dever ter ligação com a intolerância de forma geral”, explica Eduardo Grosso, presidente do CEDHU Piracicaba (Centro Nacional de Humor Gráfico de Piracicaba).

A ideia do prêmio temático Intolerância remonta à identidade do próprio Salão de Humor, criado por um grupo de piracicabanos que estavam inconformados com a Ditadura Militar. Desta vez, os artistas podem se inspirar em situações atuais que impedem a convivência das diferenças e o respeito mútuo, imprescindíveis na construção de um mundo melhor.

Outras novidades no 39º Salão de Humor é o Prêmio Júri Popular Alceu Marozi Righetto (R$ 5.000), criado por lei e que será feito por meio de votação pública na internet, e o concurso para o cartaz comemorativo aos 40 anos do Salão (R$ 4.000).

O Salão conta também com o Prêmio Aquisitivo Câmara de Vereadores de Piracicaba (R$ 3.131,11), exclusivo para Caricatura, e com o Grande Prêmio Salão de Humor de Piracicaba – Zélio de Ouro, no valor de R$ 10 mil, concedido ao melhor entre os premiados.
  
SELEÇÃO – O júri de seleção irá analisar as obras nos dias 4 e 5 de agosto. A mostra oficial será aberta no dia 25 de agosto, no Engenho Central, um dos principais cartões postais de Piracicaba.

Realizado pela Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio da Secretaria da Ação Cultural, o Salão Internacional de Humor de Piracicaba é considerado um dos mais tradicionais do mundo. Recebeu, na edição passada, 4.032 trabalhos, produzidos por 948 artistas de 64 países, sendo selecionadas 395 obras de 249 artistas para a mostra principal.

O Salão de Humor de Piracicaba foi criado em 1974, por iniciativa de jornalistas e intelectuais de Piracicaba, com o apoio de grandes nomes do humor nacional como Millôr Fernandes, Jaguar, Fortuna, Henfil, Ziraldo, Zélio e Paulo Francis, à época responsáveis pelo irreverente Jornal O Pasquim.

Desde a sua criação, o Salão tornou-se vitrine para grandes profissionais do cartunismo e humor brasileiros como Laerte Coutinho, Angeli, Glauco Villas Boas, Alcy Linares, entre muitos outros talentos nacionais e internacionais.

SERVIÇO – Inscrições para o 39º Salão Internacional de Humor de Piracicaba. Até 20 de julho. Informações e envio de trabalhos: CEDHU Piracicaba (avenida Maurice Allain, 454, Parque do Engenho Central, Piracicaba-SP – CEP 13405-123). Informações: (19) 3403-2615, contato@salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br ou www.salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br.


Assessoria de imprensa do 39º
Salão Internacional de Humor de Piracicaba
Rodrigo Alves | rasilvad@gmail.com | (19) 9147-5733

BENJAMIN PEPPE N° 03 - EDITORA JÚPITER II

Saiu pela Júpiter II o terceiro número de *Benjamin Peppe*, personagem criado por Paulo Miguel dos Anjos que é um dos preferidos entre os leitores de nossos gibis, especialmente os mais jovens e a petizada. E este número (formato 21 cm x 15 cm, 24 páginas p&b) está realmente muito bacana, com participações especialíssimas: *Letícia* (personagem criada pelo gaúcho Rafael Grasel), e até mesmo o heróico *Icfire*, do potiguar Chagas Lima, vivendo aventuras ao lado do boa praça Benjamin Peppe. E ainda uma terceira história, uma divertida disputa de handebol, escrita por Anjos e ilustrada pelo jauense William Raphael Paraízo. smeditora@yahoo.com.br *(JS)*****

13 de jul de 2012

CONHEÇA O UNIVERSO DOS SUPER-HERÓIS BRASILEIROS!!


O livro “Super Brazucas-o universo dos super-heróis brasileiros”, de autoria de Carlos Henry ,da editora Ag Books, busca mostrar o universo de ontem e hoje do gênero super-herói brasileiro. Compila as edições 0 e 1 da revista digital “Quadrinhos em Ação”, especializada no seguimento.
Entrevistas e matérias sobre os super-heróis de Gedeone Malagola, Eugenio Colonnese, Emir Ribeiro, Sebastião Seabra, Lacarmélio de Souza (Celton); Gian Danton/Bené Nascimento (Joe Bennett) e Danyael Lopes; Guerreiros da Tempestade- os Quadrinhos e a produção do desenho animado; Nova e Velta, de Emir Ribeiro; Capitão 7 e Capitão Estrela- nos Quadrinhos e na TV; Família Titã,de Gian Danton e Bené Nascimento (Joe Bennett); Celton- o herói de BH; os anti-heróis da editora Júpiter II; resenhas de revistas, opinião entre os desenhistas e escritores, debatendo o gênero, ,ilustrações e muito mais...
Link direto para compra: http://www.agbook.com.br/book/131305--SuperBrazucas

História em quadrinhos é tema de workshop gratuito

O CEDHU Piracicaba (Centro Nacional de Humor Gráfico), localizado no Engenho Central, vai abrigar o workshop gratuito Processo de Criação da HQ Fade Out: Suicídio sem Dor – Roteiro, Desenho e Cores. A aula acontece no dia 21 de julho, das 15h às 17h, e as inscrições estão abertas pelo e-mail contato@salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br.

São 40 vagas para o público a partir dos 13 anos. Para manifestar interesse é necessário informar no corpo do e-mail o nome completo, idade, endereço, telefone e RG. Para menores de 18 anos é necessária carta de autorização, assinada por um responsável legal.

Lançado em junho na sede do CEDHU Piracicaba, a história em quadrinhos Fade Out – Suicídio sem Dor foi concebida originalmente como roteiro de cinema. Ela é assinada pelo roteirista Beto Skubs, pelo desenhista Rafael de Latorre e pelo colorista Marcelo Maiolo.

A transformação do roteiro em HQ se deu graças a um prêmio do Estado de São Paulo para produção de histórias em quadrinhos, o ProAC (Programa de Ação Cultural). O workshop integra a programação do 39º Salão Internacional de Humor de Piracicaba, que será aberto em 25 de agosto, e é realizado em parceria com a Prefeitura do Município de Piracicaba por meio da Secretaria Municipal da Ação Cultural.

Para que os participantes tenham acesso às várias etapas de produção da história em quadrinhos, os artistas gráficos dividiram em três eixos o encontro do dia 21. Na aula sobre roteiro, Beto Skubs vai explicar como acontece a adaptação de uma obra concebida para o cinema em história de quadrinhos, além de abordar o processo de criação de cenas, estrutura, diálogos e personagens.

Na pauta do processo de desenho, sob os cuidados de Rafael de Latorre, serão transmitidos conceitos sobre concepção visual dos personagens, layout das páginas a partir do Photoshop, posicionamento dos balões, finalização da página a lápis, entre outros assuntos.

Os participantes terão ainda a oportunidade de conhecer temas relacionados ao processo de colorização, com Marcelo Maiolo. Ele vai comentar, entre outras coisas, como funciona a colorização digital, a criação da paleta levando em conta os aspectos psicológicos, a utilização da luz, a modelagem dos volumes em diferentes estilos e os tipos de ferramentas digitais e softwares.

A HISTÓRIA

De ritmo ágil, divertido e com muitas referências à cultura pop, cinema, TV e música, a HQ Fade Out: Suicídio sem Dor traz a história de Kurt, que quer se matar, mas tem problemas morais, religiosos e familiares. Como pode se matar sem que os amigos pensem que é um bunda mole? Quando encontra pistas de um serial killer em atividade, Kurt tem a oportunidade de refletir sobre sua própria vida e questões práticas da sua existência.

SERVIÇO – O workshop Processo de Criação da HQ Fade Out: Suicídio sem Dor – Roteiro, Desenho e Cores acontece no CEDHU Piracicaba (avenida Maurice Allain, 454, Parque do Engenho Central, Piracicaba-SP). Dia 21 de julho, das 15h às 17h. Mais informações: (19) 3403-2620.


Assessoria de imprensa do 
39º Salão Internacional de Humor de Piracicaba
Rodrigo Alves | rasilvad@gmail.com | (19) 9147-5733
Marcela Delphino | marcela.delphino@gmail.com | (19) 9645-0009

10 de jul de 2012

PARTICIPE: FAÇA A SUA CHARGE DO EDRA!

AQC PROTESTA CONTRA EXONERAÇÃO DO CARTUNISTA EDRA (Bira Dantas e Worney Almeida) Semana passada, diretores da AQC foram surpreendidos com a notícia do afastamento do cartunista Edra da Casa Ziraldo de Cultura, por ele fundada, em Caratinga (MG), cidade natal do Mestre do Quadrinho Nacional. Rapidamente dezenas de cartunistas e quadrinhistas repassaram a notícia por e-mail e facebook. A AQC se posiciona frontalmente contrária à posição duvidosa e desrespeitosa do sr. secretario de Cultura, Maximiano de Figueiredo Portes. Pedimos ao prefeito de Caratinga, João Bosco Pessine Gonçalves, que interceda neste caso, pois extrapola o âmbito municipal e toma vulto nacional, gerando desconforto, indignação e um imenso mal-estar que só prejudica a imagem da própria cidade.
RECADO DO JAL (ACB): "Amigos. O cartunista Edra foi exonerado da Casa Ziraldo de Cultura que le próprio batalhou e criou em Caratinga-MG. Foi um ato político da prefeitura que está em campanha e precisa do cargo. Foi um desrespeito a um cartunista que só fez a cidade onde Ziraldo nasceu ser mais conhecida no mundo. Por essa razão estamos pedindo que todos colaborem com uma charge repudiando esse tratamento dado ao Edra. As charges serão publicadas em jornal de Caratinga nesse domingo. Podem enviar direto ao Edra no e-mail - edracartunista@gmail.com Mais informações na carta que foi publicada no último dia 5 em jornais de Caratinga. http://www.casaziraldodecultura.blogspot.com/ O Bira já deu o seu ponta pé inicial. Vejam cartum enviado ao Edra. Abs" Associação dos Cartunistas do Brasil
RECADO DO ZELIO: "Não dá pra entender... Até ontem o Max Portes era um dos personagens que o próprio Edra incensava, como ilustre caratinguense alhures. Como pode o filho da dona Maria Figueredo tomar uma atitude tão inexplicável. Foi o Edra quem fez, criou, lutou e, fugindo, por respeito aos padrões atuais, adquiriu assim, o direito moral de ocupar cargo e função. Pra ser saido tem de explicar o porque, quando e onde pra todos nós, eleitores e testemunhas do esforço, além de usuários privilegiados da criação e do trabalho. Uai, gente! Quequiéisso? Vamos parar com isso?" AbraçamigodoZélio
RECADO DO ZIRALDO: "Prezado Prefeito João Bosco. De longe, não tenho como interferir nas questões municipais que envolvem a história da Casa Ziraldo de Cultura. Distante da terra natal, que me fez a maravilhosa homenagem de criar uma casa de cultura com meu nome, não sei como me posicionar no sentido de desanuviar as tensões humanas e as dificuldades de convívio que cercam esta casa criada com tanto carinho. Posso dizer duas coisas a respeito deste fato: se não fosse a obstinação, o empenho e a capacidade de trabalho do Edra, que teve a idéia de criar a casa e, durate anos batalhou por ela; se não fosse a vontade política do prefeito João Bosco e seu prestígio além das fronteiras de Caratinga, viabilizando a cessão do imóvel para instalar a casa e bancar a materialização sonhada e batalhada pelo Edra; se não fosse a existência dessas duas importantes figuras de Caratinga, essa casa não existiria. Lamento, imensamente, que os desentendimentos humanos que advieram entre tantas pessoas – que se envolveram e se dedicaram ao projeto com entusiasmo e dedicação – tenham criado arestas humanas de tão difícil solução. Nada posso fazer não estando em Caratinga, no seu dia a dia. O que me entristece mais é que neste exato instante só penso na felicidade que vou na certa experimentar quando, com meus amigos de infância, estaremos aí para comemorar nossos oitenta anos de vida. E justamente, na cidade mais fraterna do Brasil (já tive muitas provas para afirmar isto). Por favor, meus amigos, não deixem que sentimentos curiais, menores, provincianos, municipais destruam nossas possibilidades de estar alegres e ser felizes, convivendo em paz uns com os outros. Tudo o que posso fazer é este pedido!"
CHARGES DO MANGA, IEIO E SIQUEIRA

9 de jul de 2012

Novos livros da Turma do Xaxado.


O Colégio Antônio Vieira (Vieirinha) e a Editora Cedraz
convidam para o lançamento dos novos livros da
Turma do Xaxado.
 
- MEIO AMBIENTE E CIDADANIA
- DRAGÃO DE FOGO, DRAGÃO DE GELO
 
Dias: 17, 18 e 19 de julho
Local: Colégio Antônio Vieira (Vieirinha)
Av. Leovigildo Filgueiras, Garcia - 683  Salvador - Ba
 
- MEIO AMBIENTE E CIDADANIA
 
Todos os seres vivos dependem do meio ambiente para sobreviver; da água, do ar, das plantas, dos animais e, das pessoas.
 
Somente sabendo o quanto nós dependemos do ambiente em que vivemos é que podemos proteger e lutar contra a poluição e a destruição do nosso planeta.
 
O livro Meio Ambiente e Cidadania é uma leitura divertida e atraente, acompanhada de reflexões e dicas para ajudar a preservar e transformar nosso planeta em um mundo melhor..
Vamos cuidar desse planeta que é a nossa casa, nossa vida, nossa sobrevivência. Temos o dever de defendê-lo e preservá-lo para as gerações presentes e futuras.
 
O livro Meio Ambiente e Cidadania é uma publicação que se caracteriza por um forte compromisso de despertar na criança e no adolescente o dever de preservar o nosso planeta.
As histórias em quadrinhos são um importante meio de comunicação e expressão que atravessa os muros das escolas, estando cada mais presente nos espaços de estudo e lazer.
 
- DRAGÃO DE FOGO, DRAGÃO DE GELO
 
As histórias em quadrinhos da Turma do Xaxado começaram a ser publicadas em tiras diárias nos jornais, depois saíram em livros, revistas, ganharam prêmios e foram estudadas até em universidades.
 
Agora, a turminha mais brasileira dos quadrinhos viverá mais uma aventuras fora dos quadrinhos.  DRAGÃO DE FOGO, DRAGÃO DE GELO  é uma histórias para rir, vibrar, emocionar-se e até sentir medo!
 
“Já não bastava o povo ter que lutar contra a seca no sertão, ainda tinha que se preocupar com os dois dragões que apareceram para perturbar o povo da cidade. Enquanto um cuspia fogo o outro cuspia gelo.
Quando tudo parecia perdido, surgiu um menino com um livro mágico disposto a enfrentar as feras com a arma mais poderosa da humanidade: a palavra.”
 
Dias: 17, 18 e 19 de julho
Local: Colégio Antônio Vieira (Vieirinha)
Av. Leovigildo Filgueiras, Garcia - 683  Salvador – Ba

6 de jul de 2012

EDRA EXONERADO, TURMA DO XAXADO, LIVRO DO ORLA, SUPER-BRAZUCAS, FOLIA DE REIS

Semana passada, diretores da AQC foram surpreendidos com a noticia do afastamento do cartunista Edra da Casa Ziraldo de Cultura, por ele fundada em Caratinga (MG) cidade natal do mestre do Quadrinho Nacional. Rapidamente dezenas de cartunistas e quadrinhistas repassaram a noticia por e-mail e facebook. A AQC se posiciona frontalmente contraria a posição arbitraria e desrespeitosa do sr. secretario de Cultura Maximiano de Figueiredo Portes. Pedimos ao prefeito de Caratinga, João Bosco Pessine Gonçalves que interceda neste caso, pois extrapola o ambito municipal e toma vultos nacionais, gerando protestos e denuncias via internet e criando um imenso mal-estar que so' prejudica a imagem da propria cidade.
EDRA: http://www.facebook.com/cartunista.edra "Fui exonerado, hoje, sem nenhum comunicado prévio, da Casa Ziraldo Cultura. Espaço cultural que todos sabem, foi idealizado por mim e desde a sua criação, sob meu comando, foram realizados 14 lançamentos de livros, diversas palestras e 63 eventos dos mais diversificados segmentos. A visitação chega a média de 150 a 200 pessoas por dia atingindo todas classes sociais e faixas etárias. Tudo isso sem a menor estrutura operacional. Sem telefone, sem computador e internet. Até o ano passado só foi possível realizar todas as exposições com empréstimo dos meus biombos particulares, sem ônus. Por fim, estava em total abandono. Tenho ofícios datados de outubro do ano passado com pedidos de ebulidor de café, papel higiênico, canetas esferográficas, pó de café e sabão que não foram atendidos. Um espaço com dois pavimentos que dispunha de apenas duas pessoas trabalhando (eu e uma auxiliar). Fiz um projeto de revitalização e melhor aproveitamento de espaço a custo baixo, mas nem na pintura, após quase três anos de intensa utilização, eu fui atendido. Poderia enumerar diversas outras questões de total desprezo ao nosso trabalho e eu disponho deste dossiê. Saio tranquilo, com sensação de dever cumprido. Houve uma mudança significativa no olhar da nossa cultura. Fiz minha parcela, apesar de toda resistência e má vontade em que encontrei durante o período em que estive a frente da Casa Ziraldo. O lamentável da história, é que fui chamado ontem, pelo atual Secretário de Cultura, (achei estranho, nunca ninguém me comunicou pra nada, nem para atender minha reivindicações, nem para as festas de fim de ano daquela secretaria) para repassar os eventos que estavam agendados até o final do ano. E fui surpreendido hoje, com a porta da Casa Ziraldo Cultura fechada com uma nova fechadura e uma exposição, por mim organizada, em pleno funcionamento trancada ao público. Já estava tudo armado. Só mais tarde li no jornal sobre minha exoneração. Já passei por situações piores, não me abalo com isso. Ao longo da minha vida sempre dediquei a este ideal coletivo e tenho plena capacidade de realizar meus projetos pessoais, independente de qualquer coisa, pois o poder que Deus me deu, esta enraizado em mim e só Ele tira. Tenho dito!"
ZE ROBERTO GRAUNA http://zerobertograuna.blogspot.com.br/ "Para quem ainda acha que tratar com políticos é coisa de amador, mais uma prova de oportunismo barato atinge um dos nossos colegas mais atuantes, o Edra. Todos sabem que o projeto que gerou a Casa Ziraldo de Culturafoi idealizado por ele, desde as primeiras edições do Salão Internacional de Humor de Caratinga. Hoje, assim que entrei na internet, fiquei sabendo que o secretário de cultura do município de Caratinga (pessoa que eu não sei quem é, e possivelmente nem os eleitores da cidade sabem de quem se trata) acaba de exonerar o Edra da direção da Casa Ziraldo de Cultura. Uma atitude de total desrespeito que muito se assemelha ao que aconteceu com a Zetti em Piracicaba. Que nossos coleguinhas mais atuantes fiquem de olho. Afinal, estamos em ano de eleições municipais, e quem não aceitar fazer os joguetes dessa classe descarada e covarde pode acabar como a Zetti ou como agora o nosso amigo Edra. Prestem atenção em quem vocês votam!"
FRANCISCO PUÑAL SUAREZ: SOLIDARIDAD CON EDRA Periodista, Fotógrafo e Investigador del Humor Español. Colaborador del Semanario Latino Siglo 21, de Boston, USA; del xornal gallego A Peneira Dixital; El Heraldo del Henares y Humorgrafe. "Ante la destitución arbitraria que sufre el caricaturista Edra, director del Salão Internacionalde Humor de Caratinga, quiero expresar mi más profunda protesta ante este hecho y pedir su restitución en su labor al frente de la CasaZiraldo de Cultura. La labor desarrollada por Edra todos estos años en favor del humor, la caricatura y la cultura no puede soslayarse. http://www.humorgrafe.blogspot.com.es/ ¿Y vamos a quedarnos con los brazos cruzados ante tamaña arbirtrariedad? NO, de ninguna manera. Es preciso protestar por esta acción política y sin sentido contra Edra, quien es el alma mater de la Casa Ziraldo de Cultura. Es preciso hacer una carta de protesta, por esta absurda destitución y recoger firmas de todos los caricaturistas de Brasil y del Mundo, y enviarla al alcalde la ciudad y también a la prensa. ¡Que se enteren de que no estamos de acuerdo con este acto ilógico! También es preciso, una manifestación contra esta destitución , frente a la alcaldía. ¡Qué viva el humor, la sátira y la libertad! ¡Qué viva Edra! ¡Abajo los políticos ineptos! Firmado Francisco Puñal Suárez, periodista e investigador del humor. Desde España." MAX, O ALCAIDE:
ACB E IMAG: CARTA ABERTA À PREFEITURA DE CARATINGA Ilmo. Sr. Prefeito João Bosco Pessine Gonçalves Ilmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Caratinga, João Roberto Leodoro e demais vereadores Cidadãos de Caratinga, Esta carta representa as entidades de classe abaixo assinadas, com cerca de dois mil profissionais do humor gráfico brasileiro, integrantes de veículos de comunicação da imprensa escrita, TV e Internet, editoras de livros e agências de publicidade. Aqui externamos, em carta aberta, nosso repúdio categórico à maneira pela qual o cartunista Edra, mentor e diretor da Casa Ziraldo de Cultura, foi exonerado de seu cargo pela Prefeitura de Caratinga. É inegável a competência de Edra, ao longo de sua atuação na criação e manutenção do Salão Internacional de Humor de Caratinga. Um dos eventos que coloca a cidade onde Ziraldo nasceu no mapa cultural mundial. Não bastasse isso Edra lutou e idealizou a Casa Ziraldo de Cultura que já construiu uma história e faz parte da vida cultural da cidade com diversos eventos para todas as idades. Em vez de uma justa homenagem, pelo relevante trabalho prestado em nome do município de Caratinga e pelos longos anos de diálogo entre a cidade e os cartunistas, Edra foi descartado por uma decisão notadamente política. Apelamos, enfim, à sensibilidade do poder executivo e dos parlamentares. A Casa Ziraldo de Cultura não se resume a meras decisões administrativas e burocráticas. O espírito do local valoriza, acima de tudo, o livre pensar e a Arte. É assim que os cartunistas o compreendem. Fazemos um apelo ao bom senso do Sr. Prefeito, que sempre demonstrou carinho por esse trabalho. Não será em sua gestão, assim insistimos, que esse rico diálogo cultural será desprezado. Por princípio, acreditamos que o que há de mais admirável no exercício da política sempre paira acima das bandeiras e interesses partidários. É o governar pelo bem comum. Nós, cartunistas, somos justamente os maiores especialistas em traduzir, por meio de charges e cartuns, o pensamento do povo sobre tantos temas nacionais como esse. Aguardamos uma resposta, o mais breve possível, à nossa solicitação em nível nacional. Atenciosamente, ASSOCIAÇÃO DOS CARTUNISTAS DO BRASIL (ACB) JOSÉ ALBERTO LOVETRO (JAL) – presidente Acb.cartoon@yahoo.com.br INSTITUTO MEMORIAL DE ARTES GRÁFICAS DO BRASIL (IMAG) GUALBERTO COSTA – presidente hqmix@yahoo.com.br
CEDRAZ LANÇA QUADRINHOS NA BAHIA O Colégio Antônio Vieira (Vieirinha) e a Editora Cedraz convidam para o lançamento dos novos livros da Turma do Xaxado. - MEIO AMBIENTE E CIDADANIA - DRAGÃO DE FOGO, DRAGÃO DE GELO Dias: 17, 18 e 19 de julho Local: Colégio Antônio Vieira (Vieirinha) Av. Leovigildo Filgueiras, Garcia - 683 Salvador - Ba - MEIO AMBIENTE E CIDADANIA Todos os seres vivos dependem do meio ambiente para sobreviver; da água, do ar, das plantas, dos animais e, das pessoas. Somente sabendo o quanto nós dependemos do ambiente em que vivemos é que podemos proteger e lutar contra a poluição e a destruição do nosso planeta. O livro Meio Ambiente e Cidadania é uma leitura divertida e atraente, acompanhada de reflexões e dicas para ajudar a preservar e transformar nosso planeta em um mundo melhor.. Vamos cuidar desse planeta que é a nossa casa, nossa vida, nossa sobrevivência. Temos o dever de defendê-lo e preservá-lo para as gerações presentes e futuras. O livro Meio Ambiente e Cidadania é uma publicação que se caracteriza por um forte compromisso de despertar na criança e no adolescente o dever de preservar o nosso planeta. As histórias em quadrinhos são um importante meio de comunicação e expressão que atravessa os muros das escolas, estando cada mais presente nos espaços de estudo e lazer. - DRAGÃO DE FOGO, DRAGÃO DE GELO As histórias em quadrinhos da Turma do Xaxado começaram a ser publicadas em tiras diárias nos jornais, depois saíram em livros, revistas, ganharam prêmios e foram estudadas até em universidades. Agora, a turminha mais brasileira dos quadrinhos viverá mais uma aventuras fora dos quadrinhos. DRAGÃO DE FOGO, DRAGÃO DE GELO é uma histórias para rir, vibrar, emocionar-se e até sentir medo! “Já não bastava o povo ter que lutar contra a seca no sertão, ainda tinha que se preocupar com os dois dragões que apareceram para perturbar o povo da cidade. Enquanto um cuspia fogo o outro cuspia gelo. Quando tudo parecia perdido, surgiu um menino com um livro mágico disposto a enfrentar as feras com a arma mais poderosa da humanidade: a palavra.” Dias: 17, 18 e 19 de julho Local: Colégio Antônio Vieira (Vieirinha) Av. Leovigildo Filgueiras, Garcia - 683 Salvador – Ba
DICA DO ORLANDO PEDROSO "sábado de feriadão emendado. que mais que vc vai querer além de ir até a livraria da vila madalena (na fradique) a partir das 11h? super simples!" CONHEÇA O UNIVERSO DOS SUPER-HERÓIS BRASILEIROS O livro “Super Brazucas-o universo dos super-heróis brasileiros”, de autoria de Carlos Henry ,da editora Ag Books, busca mostrar o universo de ontem e hoje do gênero super-herói brasileiro. Compila as edições 0 e 1 da revista digital “Quadrinhos em Ação”, especializada no seguimento. Entrevistas e matérias sobre os super-heróis de Gedeone Malagola, Eugenio Colonnese, Emir Ribeiro, Sebastião Seabra, Lacarmélio de Souza (Celton); Gian Danton/Bené Nascimento (Joe Bennett) e Danyael Lopes; Guerreiros da Tempestade- os Quadrinhos e a produção do desenho animado; Nova e Velta, de Emir Ribeiro; Capitão 7 e Capitão Estrela- nos Quadrinhos e na TV; Família Titã,de Gian Danton e Bené Nascimento (Joe Bennett); Celton- o herói de BH; os anti-heróis da editora Júpiter II; resenhas de revistas, opinião entre os desenhistas e escritores, debatendo o gênero, ,ilustrações e muito mais...
DICA DO EUFRA: Convite para a maior Festa Popular de Cultura Tradicional da nossa Região, o “7º Encontro de Folias de Reis e Violeiros de Várzea Paulista”. Não percam!!!

Hentai brasileiro - SAKURA -


Fanzine SAKURA

Estilo: Hentai/Mangá

28 paginas, capa colorida, miolo em preto e branco

Tamanho: 15cm x 21cm

Versões: Portugues e Ingles

Preço: R$ 5,00

Envio para outros Estados
Correio normal carta registrada R$ 5,00 (3 dias)

>>ATENÇÃO: CONTEÚDO INAPROPRIADO PARA MENORES DE 18 ANOS! <<
mais informações

Vencedores do 2º Concurso Literário de Microcontos de Humor


Criatividade de sobra entre os vencedores do
2º Concurso Literário de Microcontos de Humor
         
O desafio de escrever um microconto com 140 caracteres (incluindo o título!) e humor de sobra rendeu à Clarice Sampaio Villac o primeiro lugar no 2° Concurso Literário de Microcontos de Humor, parte da programação do 39º Salão Internacional de Humor de Piracicaba. A campineira brinca com o anonimato das redes sociais em “Off-line”, pelo qual receberá prêmio de R$ 800. A segunda colocação foi para a carioca Rita de Cássia Rocha Teixeira, com “Fome”, e a terceira, para Rui Trancoso de Abreu, de Limeira, por “Máquina do Tempo”. Segundo e terceiro lugares recebem, respectivamente, os prêmios de R$ 500 e $ 300.
 
Promovido pela Semac (Secretaria Municipal da Ação Cultural) por meio do CEDHU Piracicaba (Centro Nacional de Humor Gráfico de Piracicaba) e da Biblioteca Pública Municipal Ricardo Ferraz de Arruda Pinto, o concurso recebeu 240 inscrições de diversos estados brasileiros e três de Portugal.
 
Do Brasil, microcontos foram enviados de Santa Catarina, Distrito Federal, Paraná, Minas Gerais, Espírito Santo, Ceará, Bahia, Mato Grosso,  Rio Grande do Sul,  Pernambuco, Rondônia, Sergipe, Acre, Amapá e Pará.
 
Criatividade e humor foram os critérios usados pela Comissão de Seleção e Premiação formada por Carla Ceres, Josiane Maria de Souza, Jaime Leitão, Willian Hussar e Ivana Negri para escolher os 100 melhores microcontos a serem publicados em uma coletânea e, dessa centena, os três premiados.
 
Com tema livre, as exigências foram tamanho e conteúdo humorístico. “O concurso incentiva o desenvolvimento de uma área literária ainda pouco conhecida. Além de contribuir com outro segmento artístico com o nosso já tão conhecido Salão Internacional do Humor”, afirma Dante Oliveira, do Núcleo de Projetos Educativos Culturais da Semac.
 
Além da premiação, os vencedores terão seus trabalhos divulgados no site do Salão Internacional Humor (salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br), nos blogs do programa de rádio Educativa nas Letras (educativanasletras.blogspot.com.br) e da Biblioteca Municipal (biblioteca.piracicaba.sp.gov.br) e no twitter (twitter.com/microcontospira).
 
A cerimônia de premiação acontecerá no anfiteatro da Biblioteca Municipal no dia 25 de agosto, às 16h, horas antes da abertura oficial do 39º Salão Internacional de Humor de Piracicaba, no Engenho Central.
 
1º Lugar | Off-line | Maria Clarice Sampaio Villac       
Vaidoso, vivia nas redes sociais.
Um dia, ao se buscar no Google, teve uma crise de identidade... Sem backups, acabou se deletando.
 
2º Lugar | Fome | Rita de Cássia Rocha Teixeira
Chegou cansado e faminto. Tinha olhos apenas para a geladeira, que reservava idolatrada torta. Surpresa! Gritaram farelos debochados.
 
3º Lugar | Máquina do Tempo | Rui Trancoso de Abreu
Queria voltar ao passado. Construiu a máquina; ligou e vapt. Viu-se no escuro epegajoso. Ouviu bem próximo: Cesariana?
 
SERVIÇO – Cerimônia de premiação do 2° Concurso Literário de Microcontos de Humor, sábado, 25 de agosto, às 16h, na Biblioteca Municipal (rua Saldanha Marinho, 333, Centro, Piracicaba). Entrada gratuita. Informações: (19) 3403-2615, contato@salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br ou www.salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br.
 
 
Assessoria de imprensa do 39º
Salão Internacional de Humor de Piracicaba
Marcela Delphino | marcela.delphino@gmail.com | (19) 9645-0009
Rodrigo Alves | rasilva@gmail.com | (19) 9147-5733

Revista Billy The Kid & Outras Histórias

Revista  Billy The Kid & Outras Histórias

n. 16  Editora Opção2   Editor: Arthur Filho

capa couchê brilho color de: Elthz
32 pgs.
valor de capa  R$7,00
HQs de Airton Marcelino, Aurélio Filho e Arthur Filho; matéria 100 anos...de Worney...; Correio do Billy.

4 de jul de 2012

Mostra desvenda o humor em preto e branco





Em 1974, quando Piracicaba sediava pela primeira vez uma festa de humor gráfico, dava-se o primeiro passo para consolidar a cidade como vitrine das revelações nacionais. À época, o lápis e a tinta nanquim eram os recursos mais usados para transpor as ideias para o papel. Passados 39 anos desde a criação do Salão Internacional de Humor, surge a mostra Humor em Preto e Branco, um convite para desvendar a história do evento piracicabano, rememorar fatos marcantes do país e conhecer de perto 50 trabalhos em exposição no Engenho Central, na sede do CEDHU Piracicaba (Centro Nacional de Humor Gráfico).

“O Salão de Humor surgiu no regime de recessão e a própria dureza do preto e branco, como expressão, se manifestava na exposição de metáforas do que acontecia na época. Somado a isso havia a questão tecnológica e as limitações de se imprimir em colorido, sem a presença da computação gráfica, por exemplo”, diz Eduardo Grosso, presidente do CEDHU Piracicaba.

Boa parte das obras da exposição – cartuns, charges, caricaturas e histórias em quadrinhos – reflete o descontentamento dos artistas com a censura vigente no Brasil entre os anos de 1964 e 1985. É o que retrata, de forma simples e direta, a charge de Júlio César Cardoso Barros, premiada em 1978. Nela, a frase “Liberdade de Expressão” aparece sem o X, que prende um homem caído ao chão.

Entre os nomes que ilustram os ambientes do CEDHU está Laerte Coutinho, cartunista do jornal Folha de S. Paulo. É dele o cartum vencedor do 1º Salão de Humor de Piracicaba, inspirado na tradicional fábula de Hans Christian Andersen, O Rei Está Nu, também alusiva à Ditadura Militar.

O jornalista Adolpho Queiroz, membro da comissão organizadora e um dos criadores do Salão, assim contextualiza a obra do cartunista: “O não de Laerte Coutinho foi uma das importantes contribuições das artes e do humor gráfico contra a Ditadura Militar no Brasil”.

Chama a atenção a obra de João Gomes Martins, de Campinas, premiada na oitava edição do Salão (1981). A inspiração veio do quadro Retirantes, de Cândido Portinari, que retrata o sofrimento dos migrantes, representados por pessoas magérrimas e com expressões que transmitem sentimentos de fome e miséria. Martins desenhou uma família admirando a pintura e utilizou a frase “Bons tempos aqueles” para criticar a pobreza no Brasil.

De ano a ano, o Salão modernizou-se, adaptando-se às inovações gráficas. Se em 1974, ano de fundação da mostra, todas as obras foram a partir do nanquim e do lápis, no ano seguinte a cor já ganhava seu espaço, ainda de forma tímida. Já em 1995, todos os trabalhos premiados da 22ª edição eram coloridos.

No entanto, o preto e branco é explorado em outros contextos e com suportes diferentes, como aconteceu em 2007 com a caricatura sobre o arquiteto Oscar Niemeyer feita a lápis pelo carioca Ray Costa e vencedora do 1º Prêmio Zélio de Ouro. “A arte, ainda hoje, pode ser realizada com o mínimo. Basta ter um papel e um lápis preto ou uma canetinha, principalmente quando se fala em desenho de humor”, reforça Eduardo Grosso.

Na mostra, há também a fotografia do colombiano Rafael Garcia, vencedora em 2008 da categoria Vanguarda, criada para abrigar obras em novos formatos. Até mesmo na última edição do Salão, em 2011, o preto e o branco se manifestam, desta vez por meio de escultura que retrata o apresentador do programa CQC (Custe o Que Custar), Marcelo Tas. De autoria de Robson José da Silva, a obra recebeu menção honrosa pela originalidade.

INSCRIÇÕES ABERTAS – Em 2012, o Salão de Humor será aberto no dia 25 de agosto. A 39ª edição está com inscrições abertas até 20 de julho para o envio de obras e vai distribuir R$ 47 mil em prêmios. O regulamento está disponível no site do Salão. A seleção acontece nos dias 4 e 5 de agosto.

São R$ 5.000 em cada uma das categorias (Cartum, Charge, Caricatura e Tiras/HQ), mais o mesmo valor em dinheiro para os trabalhos com o tema Intolerância e para o recém-criado Prêmio Júri Popular Alceu Marozi Righetto (por meio de votação na internet).

O Salão conta também com o Prêmio Aquisitivo Câmara de Vereadores de Piracicaba (R$ 3.131,11), exclusivo para Caricatura, e com o concurso para o cartaz comemorativo dos 40 anos (R$ 4.000). Já o Grande Prêmio Salão de Humor de Piracicaba – Zélio de Ouro, no valor de R$ 10 mil, será entregue ao melhor entre os premiados.

SERVIÇO – Exposição Humor em Preto e Branco, no CEDHU Piracicaba (avenida Maurice Allain, 454, Parque do Engenho Central). Entrada gratuita. Visitas: segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 17h. Informações: (19) 3403-2615,contato@salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br ou www.salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br.

Observação:
Fotos em alta resolução podem ser obtidas no link
http://www.4shared.com/folder/jA6Joo9E/Humor_em_Preto_e_Branco.html

Assessoria de imprensa do 
39º Salão Internacional de Humor de Piracicaba

"Vegana” traz lição de amor e respeito aos seres vivos


Na linguagem descontraída dos quadrinhos 
“Vegana” traz lição de amor e respeito aos seres vivos
Defendendo a ideia de que o homem deve viver sem explorar outras espécies animais e com o objetivo de despertar a compaixão por todos os seres vivos, o livro “Vegana (OP Livros) desenvolvido pelo Instituto Nina Rosa, traz a história da garota Luka que sensibiliza a família e a escola com suas informações sobre a exploração animal.
Ilustrado pelo cartunista e diretor de animação Airon Barreto (estúdios Maurício de Souza e Cosmic), o livro tem 143 páginas de miolo e traz doze capítulos abordando temas como tráfico de animais, comércio ilegal, extinção, proteção e adoção, alimentação, circos, testes, entre outros, de forma leve e descontraída, com a mensagem de que o direito à vida é igual para todos.
O livro também traz um DVD com as animações das histórias, dubladas por Gabriela Veiga e Fernando Fanitelli, do grupo Teatro Mágico e  Selma Egrei, entre outros.
Ir Além é uma seção com dicas sobre filmes, livros, sites e mais conteúdo sobre os temas abordados.(também disponível no blog da Lukawww.blogdaluka.institutoninarosa.org.br). “Acreditamos que todos têm direito à informação para terem liberdade de escolha. Preparamos esta seção pensando em ajudá-los a manter a compaixão inspirada pela leitura do livro, com sugestões de como vivenciar, no seu dia-a-dia, o respeito a todos os seres” – comenta Nina Rosa Jacob, presidente do Instituto Nina Rosa.
O livro traz declaração de Laerte Fernando Levai, promotor de justiça de São José dos Campos (SP), também formado em jornalismo, destacado defensor na luta pelos direitos animais.
Impresso em papel reciclado, Vegana pode ser encontrado em livrarias e na loja virtual do site http://www.institutoninarosa.org.br pelo preço de R$ 19,90.
Serviço:
Vegana – uma história de amor e respeito por todos os seres vivos
Editora: OP Livros
Idealização: Instituto Nina Rosa - Projetos por Amor à Vida
Ilustração: Airon Barreto
143 páginas de miolo
Preço: R$ 19,90 + frete
ISBN 978-85-86389-23-8
*Contém um DVD do filme de animação “Vegana”
Para mais informações e Imagens - Cida Candido - Assessoria de Imprensa - Fones 9887-4865 e 3255-8993